Corinthians e São Paulo ficam no 0 a 0 na primeira partida final do Paulistão


67 dias atrás
Por: Ted Sartori/#Santaportal - Em 14/04/2019 às 18:39
Corinthians e São Paulo ficam no 0 a 0 na primeira partida final do Paulistão Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians

PAULISTÃO – Na primeira partida da final do Paulistão, Corinthians e São Paulo não saíram do 0 a 0 na tarde deste domingo (14), no Morumbi.

Com o resultado, os dois times correm atrás de uma vitória simples no domingo (21), às 16 horas, na Arena Corinthians. Outro empate leva a decisão para os pênaltis.

No meio de semana, porém, o Timão volta a campo, mas pela Copa do Brasil, no primeiro jogo da quarta fase contra a Chapecoense, quarta-feira (17), às 21h30, na Arena Condá, em Chapecó.

O primeiro tempo teve poucas chances e as que apareceram foram, na esmagadora maioria, para o São Paulo. E isso inclui a mais perigosa, já nos acréscimos, aos 47 minutos.

Depois de cobrança de escanteio da direita, Arboleda subiu para cabecear. Quase se deitou no ar para isso. Em cima da linha, Cássio bloqueia a bola, tirando a força. Mas ela bate na perna esquerda, resvala na direita e o goleiro acaba esticando a canhota e mandando para fora, acabando com o drama.

Pouco tempo antes, a expectativa pelo que o árbitro de vídeo diria, em lance do Tricolor. Aos 39, Everton Felipe mandou de fora da área, a bola foi na direção do braço de Ralf.

O árbitro Luiz Flávio de Oliveira chegou a apontar escanteio, mas esperou quase três minutos para um veredicto, enquanto a conversa e a análise das imagens aconteciam. O próprio Everton já estava posicionado para bater, dando a entender que o lance era assunto superado. E a arbitragem autorizou a cobrança.

Na etapa final, a entrada de Hernanes deixou o Tricolor um pouco mais disposto ofensivamente. Ele mesmo tentou da entrada da área aos 12 minutos e Cássio espalmou para escanteio. Por sua vez, o Corinthians só tentava sair na boa, quando conseguia. Em uma das poucas, aos 36, Henrique subiu sozinho e apenas raspou de cabeça.

Três minutos depois, Cássio rezou para todos os santos no chute de Luan. O motivo é que a bola desviou em Clayson e traiu o goleiro, que ficou parado. A bola acabou saindo para escanteio.

No final, outra tensão em função da análise do árbitro de vídeo no lance em que haveria um pênalti em favor do Corinthians - puxão de Hudson em Henrique. O jogo ficou parado por quatro minutos - em parte deles sonorizado com os gritos de "Vergonha, vergonha" da torcida do Tricolor - e o tiro de meta acabou sendo marcado.

O 0 a 0 no Morumbi teve um público de 58.713 pessoas, com renda bruta de R$ 6.350.830,00.