Ex-jogador da base da Briosa é uma das últimas vítimas identificadas de incêndio no CT do Flamengo


77 dias atrás
Por: Rodrigo Martins/#Santaportal - Em 08/02/2019 às 18:20
Ex-jogador da base da Briosa é uma das últimas vítimas identificadas de incêndio no CT do Flamengo Reprodução/Facebook

TRAGÉDIA - As duas últimas vítimas da tragédia no Ninho do Urubu, Centro de Treinamento do Flamengo, foram identificadas na tarde desta sexta-feira (8). Rykelmo de Souza Vianna, de 16 anos, era conhecido como “Bolívia” e teve passagem pelas categorias de base da Portuguesa Santista. A outra era Gedson Santos, de 14 anos.

Por meio de nota, a Briosa se manifestou: “A Associação Atlética Portuguesa se solidariza com a tragédia que vitimou atletas das categorias de base e funcionários do Clube de Regatas do Flamengo, em incêndio ocorrido na manhã desta sexta-feira, dia 7 de fevereiro, no centro de treinamentos do clube". O clube decretou luto oficial de três dias pela morte do atleta.

O incêndio no fim da madrugada deixou 10 mortos e três feridos, sendo um em estado grave. Rykelmo era natural de Limeira, no interior de São Paulo, e atuava como volante. Gedson era de Itararé, também no interior paulista, e havia sido contratado recentemente. Ele era meia e veio do Athletico Paranaense.

Confira na íntegra a nota oficial da Briosa sobre Rykelmo:
A Associação Atlética Portuguesa se solidariza com a tragédia que vitimou atletas das categorias de base e funcionários do Clube de Regatas do Flamengo, em incêndio ocorrido na manhã desta sexta-feira, dia 7 de fevereiro, no centro de treinamentos do clube.

A diretoria da Briosa externa também grande tristeza em especial à família do atleta Rikelmo de Souza Vianna, que iniciou a formação nas categorias de base da Briosa e despertou atenção do Flamengo, para onde foi em 2016.

A partir de hoje, o clube decreta luto oficial de três dias e bandeira a meio mastro no estádio Ulrico Mursa.