Exclusivo: Peres fala sobre busca por reforços, Vanderlei, Bruno Henrique e Dodô


71 dias atrás
Por: #Santaportal - Em 09/01/2019 às 22:45

SANTOS FC - O jornalista Armando Gomes conversou com o presidente do Santos, José Carlos Peres, em entrevista para o Programa Esporte por Esporte e o Caderno Regional, da Santa Cecília TV. Peres abriu o jogo sobre diversos assuntos, como a situação do goleiro Vanderlei, a possível venda de Bruno Henrique para o Flamengo, o interesse do São Paulo em Victor Ferraz e a permanência de Dodô no clube. (Confira a entrevista completa no vídeo acima).

Veja abaixo os principais trechos da entrevista:
Busca por reforços
Eu diria o seguinte: se for para contratar, eu contrato amanhã. Pode falar: “Ah, Peres... contrata 15”. Eu tenho a cadernetinha com nomes de jogadores, eu contrato 15. Mas os jogadores que viriam para o Santos não iriam agradar aos senhores. Contratar (assim) é fácil. A gente não tem dinheiro para fazer nenhum tipo de asneira. Então para a gente contratar tem que ser pontual. Jogadores que venham a somar, agregar, e que acima de tudo entendam que nós temos um novo treinador, uma nova cultura. É uma nova filosofia. (O Sampaoli) é um treinador que está exigindo bastante dos jogadores, fazendo treinamentos em dois períodos. Qualquer tipo de contratação eu tenho que fazer com ele. Nós temos uma lista aí que estamos trabalhando e em breve teremos novidades boas. Mas vocês vão perceber que são contratações pontuais, de jogadores que venham a agregar.

Vanderlei: sai ou fica?
O Vanderlei não está saindo. A imprensa chuta e tal. Obviamente que nós temos um novo treinador, ele tem um conceito de que o goleiro em especial tem que sair jogando com os pés e fazer antecipação de bola. Ele se baseou quando chegou aqui por 10 ou 15 jogos, mas se ele pegar de 2017 e também 2018 vai perceber que (o Vanderlei) é um goleiro que sai muito bem, não só debaixo do gol, mas ele tem antecipação e joga com os pés também. Acho que com o tempo isso vai ser passado para o treinador. Não existe nenhuma possibilidade hoje, agora, de vender o Vanderlei. Não tem nenhuma conversa (a esse respeito) com ele. Quero convidar o Vanderlei até para um almoço, explicar para ele que nem tudo que se fala é verdade. E agradecer porque ele está se empenhando demais nos treinamentos. Na minha opinião, ele é o melhor goleiro do Brasil. Tenho certeza que essas coisas (dúvidas) vão sumir logo nas primeiras partidas dessa temporada.

Bruno Henrique vai para o Flamengo?
Me reuni com o empresário (Denis Ricardo) do Bruno Henrique. A gente tem que pensar no jogador também, no futuro e na carreira dele. O jogador tem a pretensão de ganhar muito mais. Ele gosta do Santos, ele quer continuar no Santos, e agora veio pedir para a gente fazer um plano de carreira para ele. Mas é um jogador muito importante para o Santos e ele só sai daqui se for por um bom dinheiro, além de uma boa troca, e que venham junto alguns jogadores. Isso atende o lado dele, humano e profissional, e ao mesmo tempo trazemos recursos para investir na própria equipe.

Victor Ferraz pode ir para o São Paulo?
O Victor Ferraz interessou ao São Paulo, sim. O presidente Leco me procurou, as conversas avançaram um pouco na questão da saída a pedido dele (Victor Ferraz). Até porque, ele tem mais de 30 anos (o lateral completou 31 anos recentemente) e está pensando na vida dele também, no futuro financeiro dele. Mas o Sampaoli vetou a venda dele e pediu para que o Victor permanecesse. Está treinando muito bem, tranquilo, e imagino que não tenhamos problemas com ele nos próximos anos.

Permanência de Dodô
Não está fácil. O Dodô tem um salário altíssimo na Sampdoria (Itália), temos uma opção de compra até 31 de dezembro. Estendemos até dia 10 de janeiro (quinta-feira). Está havendo dificuldades, sim. Ele pensa muito na Europa também e não dá para você pagar salário da Europa aqui no Brasil. Eu falei ainda hoje com o empresário dele (Junior Pedroso), nós fizemos uma proposta que nenhum clube brasileiro vai fazer por ele, altíssima, isso eu posso garantir. Foi um pedido do Sampaoli para manter o Dodô. É muito difícil competir com a Europa. Ele estava parado na reserva lá (na Itália). Chegou aqui, nós demos a oportunidade para ele. Esperamos do lado dele um pouco de compreensão para que ele também retribua ao Santos a confiança que o clube teve nele. Ele se recuperou muito bem no Brasil, mas é uma situação muito difícil.