Eleita deputada federal, Rosana Valle (PSB) defende união da Baixada para resolução de problemas


8 dias atrás
Por: #Santaportal - Em 10/10/2018 às 12:41
Eleita deputada federal, Rosana Valle (PSB) defende união da Baixada para resolução de problemas Reprodução/Caderno Regional

ELEIÇÕES 2018 - A jornalista Rosana Valle (PSB) foi a deputada federal mais bem votada da região, com 106 mil votos. De acordo com ela, esse resultado foi um reflexo de muito foco, dedicação e uma campanha limpa.

“Fiz mais de 250 reuniões, olhei nos olhos das pessoas. Não tinha apoio dos líderes comunitários, não paguei ninguém para me apoiar. Na verdade, não paguei nenhuma bandeira. Fui à feira, entreguei cartão para todo mundo que pude. Também fui nas empresas, conversei com funcionários e fiz eles me conhecerem”, contou. Mas, apesar de todo o esforço, ela sequer imaginava ser eleita.

Rosana assumirá o mandato dia 1° de fevereiro e já deixou claro que não tem medo de se afastar da família, já que foi jornalista por 25 anos e viajava muito por isso. Conforme a deputada eleita, a campanha só fortaleceu a relação com os filhos e marido.

A política chegou até a vida da jornalista de uma maneira inesperada. Segundo ela, nove partidos a procuraram e começou a se interessar. “Eu pesquisei muito sobre todos, mas não me sentia segura. Até que um dia, o então vice-governador Márcio França foi até minha casa e me convidou. Eu tirei dúvidas com ele e quando ele me disse que se fosse eleita, tomaria minhas próprias decisões, resolvi aceitar o desafio”, lembrou.

O começo não foi fácil. Logo que se filiou ao partido, sentiu o baque do que era uma campanha. Mesmo tendo conhecimento por causa dos anos no jornalismo, ainda se surpreendeu com o funcionamento. “Logo na primeira semana, fui em uma comunidade e o líder perguntou o quanto eu daria para que ele me apoiasse e eu disse que não daria nada, que ia fazer a campanha limpa e eu entreguei nas mãos de Deus.Fiz o que estava ao meu alcance.

A vitória veio e Rosana já têm suas bandeiras. A primeira coisa que ressaltou é que não se considera nem de direita, nem de esquerda, já que nunca esteve ligada com política. “Minha primeira bandeira é a de moralização da política. Temos que lutar pela reforma política, pelo fim dos privilégios e fim da corrupção. Para minha região, eu quero desenvolvimento. A Baixada Santista precisa se unir e traçar saídas metropolitanas para resolver todos os problemas”, disse.

O Caderno Regional começou uma série de entrevistas com os vencedores das Eleições 2018 para os cargos de deputados federais e estaduais. Para conferir, fique de olho no #Santaportal e no canal de Youtube.

Calendário