Santos perde do Monterrey no primeiro amistoso em sua turnê no México


13 dias atrás
Por: #Santaportal - Em 08/07/2018 às 01:34
Santos perde do Monterrey no primeiro amistoso em sua turnê no México Divulgação/Monterrey

FUTEBOL - O Santos não começou como gostaria a sua turnê pelo México. O Peixe enfrentou o Monterrey na noite deste sábado (7) e foi derrotado por 1 a 0, no Estádio BBVA Bancomer. O gol do duelo foi marcado pelo colombiano Hurtado no primeiro tempo.

Antes de voltar ao Brasil, os santistas voltam a campo diante do Querétaro, na próxima terça-feira (10), às 20h (horário local – 22h de Brasília), no Estádio Corregidora, na cidade de Querétaro, no centro do México – o horário é passível de atualização.

O jogo
O Santos começou o amistoso internacional bastante recuado e o Monterrey se aproveitou disso para pressionar. Logo no primeiro minuto, Medina pegou de primeira após escanteio batido por Pabon e a bola passou muito perto da trave esquerda do goleiro Vanderlei.

Melhores em campo, os donos da casa abriram o placar aos 12. Em falha da zaga praiana, Hurtado antecipou a marcação e tabelou antes de tocar na saída de Vanderlei: 1 a 0.

Após o gol, o Peixe passou a sair um pouco para o jogo e tentou criar oportunidades, principalmente com Rodrygo e Bruno Henrique.

No entanto, o Monterrey continuava chegando perigosamente e quase ampliou a sua vantagem. Aos 36, Vanderlei defendeu chute forte de Benítez. O rebote ainda ficou com Basanta, que se atrapalhou na hora da conclusão e perdeu a chance de marcar o segundo dos mexicanos. Aos 44, outra chance para os donos da casa. Benítez se aproveitou de um erro de Gustavo Henrique e acertou a trave santista.

Após pouco oferecer perigo ao gol adversário no primeiro tempo, o Santos voltou mais ofensivo do intervalo. Com a marcação mais adiantada, o Peixe conseguia ter mais posse de bola e a procurar espaços para furar o sistema defensivo rival.

Aos 19, os santistas poderiam ter conseguido o empate com Rodrygo, mas o jovem atacante teve o seu chute abafado pelo goleiro Carrizo, que saiu bem do gol.

Com o passar do tempo, os dois técnicos foram fazendo várias substituições, tendo em conta que na partida amistosa não havia limite de alterações para as equipes.

Desta forma, o ritmo do jogo caiu um pouco e ficou mais lento, com poucas oportunidades de gol. Na melhor delas, aos 46, o zagueiro Gustavo Henrique subiu mais alto do que os seus oponentes em cobrança de escanteio e cabeceou, mas a bola passou à direita da meta defendida por Carrizo, na última chance do time praiano empatar o amistoso.