Briosa luta até o fim, mas Atibaia vence e fica com o título da A-3 do Paulistão


150 dias atrás
Por: #Santaportal - Em 28/04/2018 às 13:25 - alterado em 29/04/2018 às 16:06
Briosa luta até o fim, mas Atibaia vence e fica com o título da A-3 do Paulistão Alberto Ferreira/Divulgação Agência Briosa

FUTEBOL - A Portuguesa Santista lutou bastante, mas não conseguiu ficar com o título da Série A-3 do Campeonato Paulista. A Briosa foi derrotada pelo Atibaia, por 2 a 1, na manhã deste sábado (28), no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, e ficou com o vice na competição.

Apesar do segundo lugar, a Briosa já havia garantido o seu acesso para a Série A-2 do Paulistão em 2019, quando eliminou o Barretos nas semifinais do campeonato.

O jogo
Precisando da vitória para conseguir o título, a Portuguesa Santista começou pressionando o adversário. Bem fechado na defesa, o Atibaia oferecia poucos espaços para os atacantes rubro-verdes. Por isso, a Briosa arriscava chutes de longa distância. Aos 17 minutos, Carlos Alberto assustou o goleiro Cairo, que fez boa defesa em arremate de fora da área.

Quatro minutos mais tarde, foi a vez de Emerson Guioto arriscar de longa distância. O arqueiro do Falcão quase foi surpreendido, pois a bola quicou antes de chegar ao gol, mas mesmo assim conseguiu fazer a defesa.

Após essas duas oportunidades, o Atibaia procurou sair mais para o ataque e, também, passou a criar suas chances. Antes do intervalo, o Falcão chegou ao gol. Aos 49, após bate-rebate em cobrança de falta para a área, a bola sobrou para Mascote abrir o placar: 1 a 0.

Em desvantagem e necessitando de uma virada para ficar com a taça, a Portuguesa Santista se lançou ao campo de ataque no segundo tempo. Aos 11, Emerson Guioto mostrou visão de jogo ao encontrar Diego Palhinha por trás da zaga e o experiente meia-atacante teve frieza para driblar o goleiro e mandar para o fundo das redes, empatando o duelo e colocando “fogo” no jogo.

A virada rubro-verde poderia ter saído aos 21. Rafael Ferro cruzou para Carlos Alberto, que ficou cara a cara com o goleiro, que operou um milagre e evitou a virada da Briosa.

Com o tempo passando, a Portuguesa Santista partia com tudo para cima e o Atibaia, bem postado taticamente, procurava explorar os contra-ataques. Aos 38, o Falcão poderia ter decretado o título, mas o atacante Jackson Five errou o chute e desperdiçou uma grande oportunidade.

A Briosa tentava chegar ao gol, em chutes de fora da área ou apostando em cruzamentos para a grande área. Aos 47, Rodriguinho cabeceou para fora, após levantamento feito pelo capitão Rafael Ferro.

No último lance da decisão, aos 50, o Atibaia neutralizou o ataque rubro-verde e desceu em rápido contra-ataque, que terminou com Jackson Five recebendo um cruzamento e escorando a bola para o fundo do gol, selando o título da equipe do interior.