Na busca pelo acesso, Briosa visita Barretos no jogo de ida das semifinais da A-3


165 dias atrás
Por: #Santaportal - Em 13/04/2018 às 08:30 - alterado em 13/04/2018 às 23:20
Na busca pelo acesso, Briosa visita Barretos no jogo de ida das semifinais da A-3 Alberto Ferreira/Divulgação Agência Briosa

FUTEBOL - Dona da melhor campanha do Campeonato Paulista da Série A-3, a Portuguesa Santista inicia contra o Barretos, nesta sexta-feira (13), às 20h, no Estádio Antônio Gomes Martins, o Fortaleza, a disputa das semifinais da competição. A Briosa precisa de apenas dois empates para chegar à final e conquistar o acesso para a A-2 do Paulistão em 2019.

Os duelos com o time do interior vêm carregados de rivalidade entre as duas equipes. Isto porque, em duas oportunidades na Segundona, o Barretos esteve no caminho rubro-verde e levou a melhor.

A primeira, bastante polêmica, aconteceu em 2011 e terminou nos tribunais. O Touro foi acusado de escalar um jogador irregular, mas se livrou da punição que lhe faria perder seis pontos e o acesso para a A-3 no ano seguinte. O Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo, mesmo com a comprovação do erro do clube do interior, absolveu o Barretos e manteve a promoção da equipe. Na segunda, em 2014, o Touro eliminou a Portuguesa Santista e subiu para a A-3 do ano seguinte.

Apesar do retrospecto de rivalidade entre os dois times, a Briosa está confiante que desta vez a história será diferente e com um final feliz para a equipe praiana. Na primeira fase, os rubro-verdes derrotaram o Barretos, por 1 a 0, no Fortaleza, em duelo válido pela última rodada da etapa de classificação.

Para o técnico Sérgio Guedes, este confronto da primeira fase foi importante, pois deu uma ideia aos seus comandados do que devem encontrar no jogo de hoje (12). “(O Barretos) é um time acostumado com essa divisão, cascudo, e similar à gente. A partida da primeira fase não foi fácil e certamente não vamos ser bem recebidos. Mas a vantagem nossa é que a volta é em Ulrico Mursa. Vamos focados em fazer um grande jogo, porque essa fase cobra algo a mais e quem quer fazer história tem que responder nessa hora”, afirmou.

O treinador ressaltou que a Portuguesa Santista não irá se intimidar com a pressão dos donos da casa e descarta uma postura defensiva, mesmo com a vantagem do empate nas duas partidas. “Eles vão tentar propor o jogo, mas temos um time técnico, que joga, e que não vai ficar esperando. Até porque, se ficarmos nessa condição de nos defendermos, podemos ser envolvidos. Respeitamos o adversário, sabemos que será um jogo diferente, mas estamos preparados e vamos nos adequar ao que precisamos fazer para sairmos de campo com o resultado que desejamos”, disse.

Guedes deve manter a mesma formação que venceu o São Carlos, na semana passada, no duelo de volta das quartas de final da A-3. A maior novidade está no retorno do experiente atacante Rodriguinho, que recuperado de uma lesão na panturrilha, ficará como opção no banco de reservas.

Barretos quer mostrar força dentro de casa
O técnico Paulinho McLaren elogiou a Briosa e alertou para as dificuldades que o Barretos deve enfrentar. “Um grande adversário. Sabemos das dificuldades que teremos, mas sinto meu grupo bem e preparado para brigar pelo acesso. Vamos seguir trabalhando e focado em mais esse objetivo”, declarou o comandante do Touro, em entrevista ao site Futebol Interior.

O Barretos não poderá contar com o volante Luizinho Mello, expulso contra o Desportivo Brasil. Felipe Merlo e Jô brigam pela vaga no meio-campo para o primeiro confronto das semifinais.

FICHA TÉCNICA:
BARRETOS X PORTUGUESA SANTISTA
Local: Estádio Antônio Gomes Martins, o Fortaleza
Data: 13 de abril de 2018 (sexta-feira)
Horário: 20h
Árbitro: Alessandro Darcie
Assistentes: Marco Antonio de Andrade Motta Junior e Mauro André de Freitas

Barretos: Willian; Crystian, Alex Flávio, Guilherme Paraíba e Alex Barros; Ualefi, Felipe Merlo (Jô), Hugo e André Luis; João Henrique e Gabriel Barcos
Técnico: Paulinho McLaren

Portuguesa Santista: Cleyton; Rafael Ferro, Dema, Gustavo Henrique e Rômulo; Diogo Lopes, Tufa, Renan Morales, Carlos Alberto e Diego Palhinha; Anderson Magrão
Técnico: Sérgio Guedes