Santos vence no tempo normal, mas Jaílson brilha nos pênaltis e leva Palmeiras para a decisão


264 dias atrás
Por: #Santaportal - Em 27/03/2018 às 23:17 - alterado em 29/03/2018 às 18:49
Santos vence no tempo normal, mas Jaílson brilha nos pênaltis e leva Palmeiras para a decisão Alexandre Battibugli/Divulgação FPF

FUTEBOL - O Palmeiras é o primeiro classificado para a final do Campeonato Paulista. O time da capital enfrentou o Santos, na noite desta terça-feira (27), no Pacaembu, em partida de volta da semifinal e, mesmo após derrota por 2 a 1 no tempo normal, garantiu a classificação nos pênaltis.

O adversário alviverde na decisão será o vencedor do confronto entre Corinthians e São Paulo, que se define nesta quarta-feira (28). No jogo de ida, o Tricolor venceu por 1 a 0, no Morumbi.

O jogo
Em um primeiro tempo bem movimentado, o Palmeiras foi mais presente no campo de ataque, mas acabou sofrendo com a eficiência do Peixe, que aproveitou melhor as oportunidades que criou.

Aos 13 minutos, na primeira grande chance santista, Daniel Guedes cruzou da direita e Eduardo Sasha, livre dentro da área, completou de cabeça para abrir o placar.

O Verdão respondeu logo depois. Aos 16, Bruno Henrique aproveitou o rebote de uma bola mal afastada pela zaga praiana e soltou a bomba, que contou com a ajuda do gramado para superar Vanderlei: 1 a 1.

Apesar do gol de empate palmeirense, o Santos aproveitou um contra-ataque para voltar a frente no placar. Aos 39, Rodrygo pegou a sobra dentro da área e marcou o segundo da equipe alvinegra.

Na etapa complementar, o ritmo do jogo caiu. O Palmeiras pressionou em busca do empate, mas não conseguia romper a defesa santista. O Peixe usou os contragolpes para chegar ao gol de Jaílson, mas nenhum dos dois times voltou a balançar as redes e, desta forma, a decisão do finalista ficou mesmo para as cobranças de pênalti.

Os primeiros pênaltis foram bem cobrados, com Dudu, Tchê Tchê e Victor Luis convertendo para o Verdão. Gabriel e Jean Mota fizeram para o Santos.

O único a errar foi Diogo Vitor, que parou em defesa de Jailson. Na sequência, Moisés marcou o quarto gol palmeirense, Artur Gomes descontou para o Santos e Guerra fechou a disputa, classificando a equipe alviverde para a final do Paulistão.