Crítico de Putin, exilado russo é encontrado morto em Londres


279 dias atrás
Por: ANSA - Em 14/03/2018 às 12:33 - alterado em 14/03/2018 às 15:36
Crítico de Putin, exilado russo é encontrado morto em Londres Kremlin/Fotos Públicas

MISTÉRIO - Um exilado russo, considerado opositor ao presidente Vladimir Putin, foi encontrado morto na segunda-feira passada (12), em sua casa, perto de Londres, em circunstâncias inexplicadas.

De acordo com a imprensa local, trata-se de Nikolai Glushkov, de 68 anos, um russo que recebeu asilo político no Reino Unido em 2010 e seria parceiro de negócios de Boris Berezovsky, um opositor a Putin que também morreu em território britânico, em 2013.

A polícia está conduzindo investigação sobre a morte de Glushkov por "precaução, por causa das ligações que o homem teria" com o governo russo. A filha dele, Natalia, disse que o corpo do exilado tinha sinais de estrangulamento.

O episódio ocorre em um momento de tensão entre Reino Unido e Rússia devido à tentativa de assassinato de um ex-espião russo, Serghei Skripal, em Salisbury. O agente foi atacado em um shopping center com uma substância química. O governo de Londres acusa Moscou pelo crime.