Senegaleses são agredidos e têm residência invadida por fiscais em Praia Grande


20 dias atrás
Por: #Santaportal - Em 05/02/2018 às 20:46
Senegaleses são agredidos e têm residência invadida por fiscais em Praia Grande Reprodução/Internet

PRAIA GRANDE - Dois senegaleses que vivem em Praia Grande tiveram sua moradia invadida e foram agredidos por um fiscal municipal no domingo (4). A violência foi denunciada por uma policial militar que dava apoio à Guarda Civil Municipal durante a fiscalização, que busca inibir a venda de mercadorias ilegais na Cidade.

Os estrangeiros são vendedores ambulantes da região e tudo aconteceu depois que os fiscais em patrulhamento abordaram um homem que caminhava em direção à praia em frente à Rua Gilberto Amado, no bairro Ocian.

O senegalês Mamadou Ndiaye, de 30 anos, notou uma movimentação estranha e voltou correndo para casa, onde estava seu amigo, Elimane Fall, também de 30 anos, de mesma nacionalidade. De acordo com a testemunha, os fiscais e os guardas invadiram o cômodo sem autorização e arrombaram a porta do quarto em que Mamadou se trancou.

O segundo estrangeiro tentou combater os homens, porém acabou agredido com um soco desferido por um fiscal da Prefeitura e caiu logo em seguida. Conforme o Boletim de Ocorrência feito na Delegacia Sede do Município, os agentes usaram gás de pimenta no ambiente fechado e, com isso, crianças e uma idosa que estavam por perto acabaram sendo atingidos pelo produto.

Posteriormente, a viatura da PM que estava no comboio se aproximou e averiguou a situação. Os estrangeiros chegaram a ser socorridos pelo regaste que foi solicitado pelos policiais militares. Além da violência, segundo Mamadou, um dos fiscais apreendeu quatro caixas de som em seu quarto.

Em defesa, o fiscal que teria agido na confusão negou-se a fornecer seus documentos, orientado por um funcionário da Secretaria de Urbanismo (Seurb) do município e deixou a delegacia em seguida.

Calendário