Recibos de aluguéis de apartamento vizinho ao de Lula são falsos, reafirma MPF


132 dias atrás
Por: #Santaportal - Em 12/01/2018 às 11:49
Recibos de aluguéis de apartamento vizinho ao de Lula são falsos, reafirma MPF Arquivo/#Santaportal

POLÍTICA – Os recibos de aluguéis apresentados pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva são falsos, segundo relatório do processo que apura a autenticidade dos documentos apresentado ontem (11) pelo Ministério Público Federal (MPF).

Os advogados do ex-presidente apresentou à Justiça, recibos assinados pelo empresário Glaucos da Costamarques, dono de um apartamento vizinho ao que Lula mora, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. Além deles, os advogados entregaram também a cópia do contrato de aluguel, firmado entre o empresário e a ex-primeira-dama Marisa Letícia. Dois deles apresentam datas que não existem no calendário.

De acordo com a denúncia do MPF, o empresário e engenheiro Glaucos da Costamarques, não tinha renda para comprar o imóvel ao lado do ex-presidente. Segundo a Receita Federal, há indícios de que Costamarques seria um "laranja". Segundo os procuradores, a quantia teria sido repassada ao empresário para disfarçar o real proprietário do imóvel que é o ex-presidente Lula.

O empresário comprou o apartamento e os direitos do terreno para a construção do Instituto Lula em 2010. Pagou R$ 504 mil pela cobertura vizinha ao de Lula e R$6,6 milhões pelo terreno.

Ele registrou um prejuízo de R$ 3.800 em atividades rurais e seus rendimentos foram de R$57,2mi. A análise fiscal faz parte da ação penal em que Lula e Costamarques são réus. O empresário é acusado de ter ajudado Roberto Teixeira, advogado e amigo de Lula a comprar os imóveis com recursos da Odebrecht, desviados da Petrobras.