Morre, aos 80 anos, Ruy Faria, fundador do MPB4


217 dias atrás
Por: #Santaportal - Em 12/01/2018 às 10:24 - alterado em 14/01/2018 às 13:49
Morre, aos 80 anos, Ruy Faria, fundador do MPB4 Divulgação

LUTO – Ruy Faria, fundador e ex-integrante do MPB4, morreu ontem (11) a tarde, aos 80 anos. Ele estava internado desde o dia 9 de dezembro no Hospital Federal de Bonsucesso, e a causa da morte foi falência múltipla dos órgãos em decorrência de uma pneumonia. A informação foi dada pela sua ex-mulher, a cantora Cynara Faria, do Quarteto em Cy.

Ruy Alexandre Faria, nasceu no dia 31 de julho de 1937, em Cambuci, no Rio de janeiro. Foi o fundador e integrante do grupo MPB4 entre os anos de 1964 e 2004.

Dentre os membros do grupo, Ruy era o mais velho e já tinha experiência como crooner em algumas casas do Rio de Janeiro. Largou o emprego no Banespa, na capital carioca, para atuar nos Centros Populares de Cultura - CPC, em conjunto com Miltinho, Magro e Aquiles. A escala vocal do Ruy era a 1ª voz, marcando musicalmente os arranjos das músicas do quarteto.

Em 2004, saiu do grupo após desentendimentos com Miltinho (Milton Lima dos Santos Filho), pois não concordava que ele assumisse a dianteira nos assuntos empresariais do grupo. Em seguida, foi substituído por Dalmo Medeiros, que ocupa atualmente sua posição vocal.

Em 2005, lançou em parceria com Carlinhos Vergueiro o disco "Só pra Chatear", com excelentes arranjos musicais e entrosamento entre os dois músicos. A marca vocal de Ruy continua vigorosa neste trabalho.

Em 2007, após 43 anos de formado pela Universidade Federal Fluminense - UFF, Ruy Faria conseguiu emitir seu registro como advogado pela Ordem dos Advogados do Brasil - OAB, seccional do Rio de Janeiro.

Paralela à advocacia continuava excursionando e dirigia a peça "Calabar" de autoria de Ruy Guerra e Chico Buarque.

Segundo Cynara, sua ex-mulher, o velório e o enterro ocorrem ainda hoje (12), no cemitério São João Batista, em Botafogo, em horário ainda a ser definido. Ele deixa três filhos.