Jovem autista é espancado e morre após ser confundido com bandido, em Cubatão


220 dias atrás
Por: #Santaportal - Em 17/10/2017 às 12:48
Jovem autista é espancado e morre após ser confundido com bandido, em Cubatão Divulgação/Arquivo Pessoal

VIOLÊNCIA - Um rapaz autista de apenas 25 anos morreu na última quinta-feira (12), após ser espancado ao entrar em uma comunidade e ser confundido com bandido, em Cubatão.

De acordo com informações dos médicos que assistiram o jovem, Carlos Eduardo Ribeiro da Silva, foi brutalmente agredido e não resistiu aos ferimentos. Apesar de vários relatos e do laudo médico constatarem morte por espancamento, a polícia afirma que o garoto foi vítima de bala perdida.

Segundo a mãe do jovem, Irani Maria Santos da Silva, de 63 anos, ele fugiu de um culto ao qual tinha ido com ela no dia 8 de outubro. A aposentada contou que Carlos saiu correndo da igreja e ninguém conseguiu segurá-lo, afirmando ter ido atrás do jovem, que atravessou a linha do trem.

Quando foi procurá-lo, moradores disseram a ela que pegaram o rapaz e que ele não estava mais lá. Horas depois, quando Irani chegou em casa com o marido foi informada de que seu filho tinha sido encontrado com ferimentos pelo corpo inteiro em uma rua da comunidade no bairro Vila Natal e que tinha sido socorrido.

A vítima foi levada ao Pronto Socorro do município, mas pela gravidade do caso, foi transferida para o Hospital Santo Amaro, em Guarujá, mas não resistiu aos ferimentos. O hospital informou que o óbito dele foi declarado após uma parada cardiorrespiratório, em decorrência de traumas crânio encefálico, pélvico e da face. Os médicos ainda confirmaram que ele foi vítima de agressões.

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP) comunicou que está averiguando as informações, mas que, até agora, não obteve detalhes da ocorrência.