Organização Criminosa que atua no Porto de Santos é denunciada pelo GAECO


66 dias atrás
Por: #Santaportal - Em 10/10/2017 às 10:23
Organização Criminosa que atua no Porto de Santos é denunciada pelo GAECO Divulgação

POLÍCIA - O Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) enviou a Justiça de Guarujá a denúncia contra 11 pessoas acusadas de integrarem associação criminosa e de praticarem crimes contra a ordem econômica.

Segundo as investigações, os denunciados estão vinculados a três entidades: Sindicato dos Transportadores Autônomos de Containers de Guarujá, Santos e Região - Sindcon, Associação dos Trabalhadores Autônomos de Containers - Atac e Associação dos Caminhoneiros Autônomos do Guarujá – Associajá que atuam com o objetivo de dominação do mercado de transporte de contêineres vazios no Porto de Santos.A Justiça determinou o imediato afastamento de todos os réus dos cargos que ocupam nas entidades.

As denúncias demonstraram que a Associajá e a Atac dividem em partes iguais a totalidade dos fretes de contêineres vazios do Guarujá, o denominado “virinha”, e dos fretes para as cidades vizinhas de Santos e Cubatão, o denominado “vira”.

De acordo com a Gaeco, as associações ameaçavam todos os envolvidos nesse mercado de transportes (empresários do ramo de transportes, motoristas autônomos e dirigentes de outras associações), inclusive praticando atos de violência em alguns casos, com o objetivo de dominação completa do mercado.

Assim, as empresas transportadoras se viam obrigadas a acionar as citadas entidades para prestar os serviços para os quais eram contratadas, não podendo utilizar veículos e funcionários próprios nestes casos.

Ainda de acordo com a denúncia, a situação dos motoristas autônomos era mais delicada, pois somente conseguem trabalho através do vínculo com as associações mediante a compra ou arrendamento de “chapas”, além do pagamento de mensalidades.

O Santaportal tentou entrar em contato com as entidades envolvidas mas as ligações não foram atendidas.