Santos é surpreendido na Vila pelo Barcelona de Guayaquil e está fora da Copa Libertadores


332 dias atrás
Por: #Santaportal - Em 21/09/2017 às 00:30 - alterado em 21/09/2017 às 15:56
Santos é surpreendido na Vila pelo Barcelona de Guayaquil e está fora da Copa Libertadores Divulgação/Conmebol

FUTEBOL - Único invicto até então na Copa Libertadores da América deste ano, o Santos frustrou a sua torcida ao ser derrotado pelo Barcelona-EQU, por 1 a 0, na noite desta quarta-feira (20), em plena Vila Belmiro. O fim da invencibilidade veio junto com uma amarga desclassificação nas quartas de final do torneio. O Peixe sonhava com o tetra da Libertadores.

Na partida de ida das quartas de final, Santos e Barcelona empataram por 1 a 1, em Guayaquil, o que dava a vantagem ao time praiano de um empate sem gols. Agora, na semifinal, os equatorianos vão enfrentar o Grêmio, que eliminou o Botafogo, ao ganhar por 1 a 0 em Porto Alegre.

O jogo
Com os desfalques de Victor Ferraz, Renato e Lucas Lima, todos por lesão, o técnico Levir Culpi optou por uma formação mais conservadora para iniciar a partida. Alison e Leandro Donizete formaram a dupla de volantes, com Vecchio à frente substituindo Lucas Lima na armação da equipe. Na lateral, o jovem Daniel Guedes foi escalado.

Desta forma, o primeiro tempo na Vila começou com o Barcelona ligeiramente melhor, tanto que Vanderlei fez grande defesa em finalização de Oyola. A resposta santista veio aos 18 minutos. Vecchio cobrou falta e David Braz apareceu livre, mas a cabeçada do zagueiro explodiu no travessão de Banguera.

Os visitantes tinham mais posse de bola, mas não conseguiam finalizar na direção do gol de Vanderlei. Já o Peixe priorizava a marcação, pois o empate em 0 a 0 garantia a classificação. Bruno Henrique encontrava dificuldades para escapar da marcação.

Na volta para a etapa complementar, aos oito, os equatorianos quase abriram o placar. Após bate e rebate dentro da área, a bola sobrou para Oyola soltar a bomba por cima do gol.

A pressão do Barcelona se intensificou e, aos 22, Castillo cruzou para Jonatan Álvez cabecear livre para o fundo do gol: 1 a 0. Na sequência, o atacante do time equatoriano se envolveu em uma confusão, acertou o rosto de Alison e foi expulso pelo árbitro.

Com um jogador a mais e precisando pelo menos do empate para levar a decisão para os pênaltis, o Santos foi ao ataque com Kayke no lugar de Leandro Donizete. O time equatoriano se defendia com todo mundo para trás da linha do meio-campo.

Aos 37, Jean Mota arriscou de fora da área e Banguera defendeu sem dar rebote. O clima esquentou e Bruno Henrique, do Santos, e Vasquez, do Barcelona, foram expulsos.

A melhor chance do Peixe empatar foi nos acréscimos. O goleiro equatoriano afastou mal, mas Lucas Veríssimo não conseguiu completar quase em cima da linha, em lance que selou o destino santista na atua edição da Copa Libertadores.