Família procura jovem que está desaparecido desde domingo (10); veja como ajudar


72 dias atrás
Por: #Santaportal - Em 13/09/2017 às 19:03
Família procura jovem que está desaparecido desde domingo (10); veja como ajudar Arquivo pessoal

SANTOS - Alexandre Augusto Leandro Silva, de 29 anos, está desaparecido desde à tarde do último domingo (10). O jovem, que sofre de esquizofrenia, estava sozinho em casa, que fica no bairro Vila Nova, em Santos, quando saiu e não retornou mais.

“Domingo eu sai e deixei-o em casa. Viram ele saindo por volta das 14h e depois ninguém mais viu”, explicou o pai João Augusto dos Santos Silva.

Segundo familiares, esta não é a primeira vez que Alexandre desaparece, porém, nas outras duas vezes, ele foi localizado no mesmo dia.

“Teve duas outras vezes que ele saiu de casa. Uma vez encontrei ele em São Vicente e outra na UPA de Cubatão. Mas localizamos ele no mesmo dia, só que desta vez ele está sumido há dias e ninguém sabe de nada”, disse João.

Por conta da doença, Alexandre faz tratamento psiquiátrico e toma remédio controlado, mas durante um período, o jovem parou de utilizar os medicamentos por vontade própria. A família acredita que isso tenha mexido com ele e causado o desaparecimento.

“Já procuramos pelo Centro de Santos, divulgamos nas redes sociais e estamos aguardando. Esperamos que as pessoas possam nos ajudar a trazer o meu filho de volta”, desabafou.

Quem encontrar o rapaz ou tiver alguma informação pode entrar em contato pelos telefones: (13) 98158-5652 ou (13) 97402-5583.

Casos de desaparecimento
Muitas famílias no Brasil sofrem o mesmo drama que o pai de Alexandre. Segundo o delegado do DIG, Luiz Ricardo Lara, somente este ano, 485 casos de desaparecimento foram registrados na Baixada Santista. Uma média de 50 casos por mês.

“Mais de 90% dos casos de desaparecimento, estão afastadas as causas advindas de crimes. Na verdade, a maioria dos casos, permeia de problemas de relações sociais e familiares, dependência de química, enfim, são esses os maiores motivos de desaparecimentos”, explicou o delegado.

“Recomendamos que as famílias registrem o Boletim de Ocorrência em caso de desaparecimento, pois, é a partir dele, que a Policia Civil dará inicio às investigações A maioria dos casos, a gente tem sucesso nas investigações”, finalizou.

O Boletim de Ocorrência pode ser registrado em qualquer delegacia do Estado de São Paulo, incluindo na delegacia eletrônica pelo site www.policiacivil.sp.gov.br .

Calendário