Argentina, Uruguai e Paraguai querem sediar Copa de 2030


78 dias atrás
Por: ANSA - Em 01/09/2017 às 14:06
Argentina, Uruguai e Paraguai querem sediar Copa de 2030 Divulgação / ANSA

ESPORTE - A disputa para sediar a Copa do Mundo de 2030 ganhou nesta quinta-feira (31) mais um candidato. O presidente do Paraguai, Horacio Cartes, anunciou seu país irá concorrer ao lado de Argentina e Uruguai em uma candidatura conjunta para trazer o torneio para a América do Sul.

"Confirmo que já estamos de acordo com os presidentes do Paraguai, Argentina e Uruguai para disputar a candidatura do Mundial de Futebol de 2030", revelou Cartes no Twitter. Já o presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, confirmou e aprovou a candidatura.

A China é uma das concorrentes para sediar a Copa do Mundo de 2030, podendo ser uma dura adversária aos países sul-americanos.

Além dos chineses, existem rumores de uma outra candidatura conjunta de 10 países asiáticos: Brunei, Camboja, Cingapura, Filipinas, Indonésia, Laos, Myanmar, Malásia, Tailândia e Vietnã.

Contudo, o presidente da Uefa, Aleksandar Ceferin, aposta na Inglaterra para ser a sede da Copa do Mundo de 2030. Ele explica que, já que a Copa de 2022 será no Catar e a de 2026 será provavelmente sediada por Canadá, Estados Unidos e México, a de 2030 deveria ser na Europa.

Candidatura possui prós e contras: Os atacantes Lionel Messi e Luis Suárez já estão promovendo a candidatura dos países sul-americanos para a Copa do Mundo. Os dois jogadores postaram uma foto das camisas da Argentina e Uruguai, que juntas, formam o ano 2030.

Por outro lado, o ex-goleiro e um dos maiores jogadores da história do Paraguai José Luis Chilavert foi contrário à decisão e demonstrou toda sua indignação com o presidente paraguaio e da Conmebol, ao escrever no Twitter. "Domínguez, o Paraguai não necessita de um Mundial. O país precisa de hospitais, escolas e infraestrutura. Não nos engane mais".

O ex-atleta ainda citou o Brasil como exemplo. "Não quero que enganem o meu povo do Paraguai. Exemplo é o Brasil, fracasso total no Mundial, cheio de dívidas. É o povo paraguaio que pagará as dívidas. O que aconteceu no Brasil? Toda corrupção e o país cheio de contar para pagar. Não podemos fazer um viaduto e querem fazer uma Copa", concluiu. (ANSA)

Calendário