Santos pressiona, mas Ponte segura 0 a 0 e encerra série de 20 vitórias do Peixe no Pacaembu


62 dias atrás
Por: #Santaportal - Em 17/06/2017 às 23:51
Santos pressiona, mas Ponte segura 0 a 0 e encerra série de 20 vitórias do Peixe no Pacaembu Fábio Leoni/Divulgação Ponte Preta

FUTEBOL - O Santos pressionou bastante, mas não conseguiu sair do 0 a 0 com a Ponte Preta, na noite deste sábado (17), no Pacaembu. O confronto foi válido pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro encerrou a série vitoriosa que já durava 20 partidas no estádio paulistano.

Com o tropeço, o Peixe está provisoriamente na quinta colocação da Série A, com 13 pontos. A Macaca está na sétima posição, com 11 pontos ganhos.

O time praiano volta a campo diante do Vitória, na próxima quarta-feira (21), às 19h30, no Barradão. Os campineiros jogam um dia depois, contra o Cruzeiro, no Moisés Lucarelli.

O jogo
Quem esperava uma Ponte Preta recuada e um Santospressionando surpreendeu-se nos primeiros minutos do duelo. Com umapostura mais ofensiva, os visitantes chegaram até mesmo ater mais posse de bola. Coma Macaca saindo para o jogo, o confronto teve um inícioemocionante, com boas oportunidades para os dois lados.

O Peixe assustou primeiro. Aos quatrominutos, o meia Lucas Lima deu ótima enfiada para Bruno Henrique na área. O atacante bateu cruzado, mas ogoleiro Aranha salvou os visitantes. A resposta veio em seguida. Oatacante Claudinho lançou na área o volante Élton, quebateu em cima do goleiro Vanderlei.

Assim como na primeira etapa, o segundo tempo também começou emocionante. Logo no início, uma chance para cada lado. Aos três, Lucas Lima encontrou o atacante Kayke, que girou e bateu forte. Bem posicionado, Aranha salvou. Aos quatro, Élton recebeu na área e, de frente para o gol, chutou em cima de Vanderlei.

Com o tempo passando, o Santos começou a sufocar mais o adversário. Aos 15 minutos, Bruno Henrique fez bela jogada pela direita e passou para Kayke desviar na trave.

A equipe praiana ainda teve boas oportunidades para marcar, mas encontrava dificuldades para finalizar as jogadas. A melhor chance aconteceu pelos pés de Lucas Lima, que limpou a marcação e bateu rasteiro da entrada da área para mais uma segura defesa de Aranha.