PF cumpre mandado de busca e apreensão em empresa do Porto de Santos; Operação tem ligação com Aécio


7 dias atrás
Por: #Santaportal - Em 18/05/2017 às 13:08
PF cumpre mandado de busca e apreensão em empresa do Porto de Santos; Operação tem ligação com Aécio Divulgação/Polícia Federal

SANTOS - Um mandado de busca e apreensão na sede da empresa portuária Grupo Rodrimar, em Santos, foi cumprido por agentes da Polícia Federal na manhã de hoje (18). Uma das empresas clientes do operador logístico Rodrimar está sendo investigada na Operação Patmos, e teria envolvimento com o escândalo entre o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o frigorífico JBS.

Os policiais apreenderam documentos do grupo J&F, ligado à JBS, que possam ter alguma ligação com Aécio. A J&F contratou os serviços de despachante aduaneiro da Rodrimar para as operações no cais santista e em outros portos do país. A empresa portuária não é alvo direto da investigação, apenas prestou serviço para o grupo J&F.

A operação foi deflagrada após a delação de Joesley Batista, dono do frigorífico JBS, que entregou uma gravação de áudio na qual Aécio Neves pede a ele R$ 2 milhões. No áudio, o senador tucano justifica o pedido alegando que necessitava do dinheiro para pagar sua defesa na Lava Jato. A informação foi divulgada pelo jornal "O Globo" ontem à noite (17).

A equipe da Santa Cecília TV entrou em contato com a Rodrimar, mas até a publicação dessa matéria não foi enviado nota a respeito do caso.

Ação pelo Brasil
Cerca de 200 policiais federais cumprem 49 mandados judiciais, sendo 41 de busca e apreensão e 8 de prisão preventiva nos estados de Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo e Maranhão, além do Distrito Federal. As buscas ocorrem na residência de investigados, em seus endereços funcionais, em escritórios de advocacia e órgãos públicos.