Com sete representantes, Unisanta apresenta equipe que irá disputar Mundial em Budapeste


37 dias atrás
Por: #Santaportal - Em 17/05/2017 às 15:19
Com sete representantes, Unisanta apresenta equipe que irá disputar Mundial em Budapeste Camilla Aloi/#Santaportal

NATAÇÃO - A Unisanta apresentou na manhã desta quarta-feira (17) os seus sete atletas classificados para o Mundial de Desportos Aquáticos da FINA, que será realizado no mês de julho em Budapeste, na Hungria. A equipe ceciliana é a agremiação brasileira que mais levará nadadores para participar da competição.

Durante a entrevista coletiva realizada no Consistório da Unisanta, os representantes da equipe falaram sobre a preparação para o Mundial. Pela natação, cinco atletas conquistaram vaga através dos tempos atingidos no Maria Lenk. Entre eles, Joana Maranhão, que fará sua sexta participação em Mundiais. A nadadora conquistou cinco medalhas de ouros e uma prata, além de ter batido o recorde brasileiro dos 400m livre no torneio realizado no Rio de Janeiro. Joanna também foi a atleta mais eficiente do campeonato, com 220 pontos.

“Eu sempre levo as competições com a maior seriedade possível e dou o meu máximo. Me dedico 100%. Não importa se é um campeonato regional, estadual, Maria Lenk, Mundial ou Jogos Olímpicos, estarei sempre dando o meu melhor. E é assim todos os dias nos treinos também. Vou sempre plantando sementinhas para estar pronta para colher os melhores resultados sempre”, disse Joanna Maranhão, que se classificou para os 400m medley.

Ao lado de Joana Maranhão, também garantiram vaga no Mundial: Leonardo de Deus (200m borboleta), Thiago Simon (200m), Guilherme Costa (1.500m livre) e Nicholas Santos (50m borboleta).

Com 37 anos, o veterano do grupo, Nicholas Santos, afirma orientar os atletas mais novos durante as competições. Antes da coletiva, o nadador treinou ao lado de Guilherme Costa que, aos 18 anos, disputará o primeiro Mundial de sua carreira.

“Na parte técnica, sem dúvida, eu ajudo bastante. Nas competições, o tempo que eu passo aqui no Santa converso com eles. Não só com os mais novos, como com o pessoal mais veterano também. Eu venho conversando com eles, passando minhas experiências”, comentou Nicholas Santos.

“Sem dúvida estou na melhor fase da carreira. Recorde sul-americano: 22s61 na prova dos 50m borboleta, agora em busca do recorde mundial que é 22s43”, concluiu o veterano.

Já pela maratona aquática, Ana Marcela Cunha e Victor Colonese serão os representantes da Unisanta no Mundial.

A nadadora, que disputará a competição pela nona vez, conquistou a vaga e garantiu presença em todas as provas individuais do Mundial, após vencer os 5 km e 10 km da Meia Maratona Nacional de Foz do Iguaçu no último final de semana.

"A diferença este ano é que o revezamento não vai ser em 5 km. Cada atleta vai nadar um pouquinho a mais do que estamos acostumados, uns 1.250m a mais. Será 5 horas de prova. Agora é reta final, temos dois meses para nos preparar e chegar no mundial da melhor forma possível. Estou muito feliz e acho que, talvez, eu seja a primeira atleta a disputar todas as provas do Mundial”, disse Ana Marcela, que tem um currículo brilhante em mundiais e já conquistou duas medalhas de ouro nos 25 km, prata nos 10 km e no revezamento de 5 km, além de três medalhas de bronze, duas nos 5 km e uma nos 10 km.

Como foi a escolha dos nadadores
Em reunião realizada na sede da CBDA, com a presença do Coordenador geral de esportes, Ricardo Prado; do Coordenador de natação, Rômulo Noronha; e dos Coordenadores das equipes masculina e feminina de natação do Brasil, respectivamente, Alberto Silva e Fernando Vanzella, foi decidida a convocação pelo critério estabelecido previamente no boletim 244, do dia 21 de novembro de 2016. Foram convocados os oito melhores índices técnicos em provas olímpicas, somados o Torneio Open 2016 e Troféu Maria Lenk 2017, e como anunciado no congresso técnico do recente Troféu Maria Lenk, com o acréscimo de mais sete atletas por índices técnicos em provas Olímpicas.

Além destes nadadores, após avaliação técnica decidiu-se convocar o atleta Nicholas Santos (Unisanta), pela prova dos 50m borboleta (não olímpica), por ter obtido a melhor marca mundial em 2017 (22s61), de acordo com o ranking da Federação Internacional de Natação – FINA.