Drones serão usados nas atividades de segurança e fiscalização em Praia Grande


158 dias atrás
Por: #Santaportal - Em 16/05/2017 às 15:43
Drones serão usados nas atividades de segurança e fiscalização em Praia Grande Shana Reis/ GERJ

PRAIA GRANDE - Para atividades de segurança e fiscalização territorial serão usados drones em Praia Grande. O primeiro passo foi a criação de uma Comissão Especial, que vai realizar estudos e apresentar propostas para o uso da tecnologia, seguindo as normas da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) sobre o uso desse tipo de equipamento.

De acordo com a portaria que criou a comissão, o objetivo é que os integrantes apresentem propostas, estudos e pareceres em razão de colocar em prática a geotecnologia como algo de apoio nas atividades de fiscalização ambiental, gestão urbana, fiscalização territorial e de construções, nas modalidades de policiamento, salvamento marítimo, combate a incêndios, investigações e atividades de inteligência policial, controle de queimadas e desmatamentos, monitoramento de prédios e áreas públicas, acompanhamento de eventos e de manifestações, missões táticas em áreas de risco e de ações de Defesa Civil.

A Comissão é composta por oito membros titulares, além também de suplentes, que representam as secretarias de Administração, Assuntos de Segurança Pública, Trânsito, Meio Ambiente, Planejamento, Urbanismo e Comunicação Social, sendo comandada pelo secretário de Assuntos de Segurança, José Americo Franco Peixoto.

O secretário explica que a Polícia Militar e Corpo de Bombeiro poderão ser convidados a participar das reuniões conforme as demandas a serem discutidas. Valendo da mesma forma para outras secretarias municipais que não formam a comissão. “Queremos agregar o máximo de conhecimento e tecnologia em favor da comunidade. Esse equipamento será de extrema importância em diversas áreas de atuação, principalmente na questão de áreas de invasão, nas quais o difícil acesso e a pouca visualização acabam dificultando o trabalho”, disse.

Desde o final de março, quando foi criada a comissão, duas reuniões foram realizadas a fim de que empresas do ramo pudessem apresentar o equipamento e esclarecer sobre o seu funcionamento, autonomia e vantagens. Não tendo assim uma data prevista para a realização de uma próxima reunião.