Líder da estiva de Santos processará Odebrecht por danos morais; Nei foi citado em delação


11 dias atrás
Por: #Santaportal - Em 17/04/2017 às 17:15
Líder da estiva de Santos processará Odebrecht por danos morais; Nei foi citado em delação Divulgação

SANTOS - O presidente do sindicato dos estivadores de Santos e região, Rodnei Oliveira da Silva, o ‘Nei’, processará a empreiteira Odebrecht por danos morais. Ele teve o nome citado em delação do diretor de infraestrutura da empresa, Benedicto Barbosa da Silva Júnior, na operação Lava Jato.

Segundo denúncia do executivo, que está preso e responde processo por corrupção ativa, o sindicalista teria recebido R$ 20 mil da empreiteira quando se candidatou a deputado federal, em 2010. Nei nega que tenha recebido qualquer quantia. “Vai ter que provar”, diz Nei. “Como não provará, será processado. Ele e a empreiteira”.

O sindicalista afirma que acionará um advogado para cuidar do processo contra a Odebrecht. “Ela diz que me deu R$ 20 mil? Pois agora exigirei indenização de R$ 2 milhões, se assim o advogado entender viável em juízo. Acusar é fácil. Quero ver provar”.

Nei acredita que esse tipo de "denúncia infundada" prejudica a luta dos trabalhadores portuários. " É o tipo de acusação para nos enfraquecer perante os patrões. Mas não conseguirão”.

“Que interesses da Odebrecht eu defenderia, para seu ‘departamento de propinas’ me dar dinheiro?”, pergunta o sindicalista. Nei recorda que, três anos após a eleição, os estivadores, liderados por ele e outros sindicalistas, ocuparam o primeiro navio atracado no terminal da Embraport, que pertence a Odebrecht.

Calendário de notícias