Projeto da nova arena do Santos FC é apresentado em Brasília


185 dias atrás
Por: #Santaportal - Em 17/02/2017 às 12:40
Projeto da nova arena do Santos FC é apresentado em Brasília Divulgação

FUTEBOL - O presidente do Santos FC Modesto Roma Júnior, acompanhado do deputado federal Marcelo Squassioni (PRB), apresentou o projeto da nova arena multiuso do clube na sede da Secretaria do Patrimônio da União (SPU). O encontro aconteceu na tarde de ontem (16).

Com capacidade para 30 mil lugares, o complexo seria erguido em área hoje ocupada por outro clube, a Associação Atlética dos Portuários, no bairro do Marapé, de propriedade da União.

O projeto, em parceria com o Portuários, prevê um estádio moderno, com arquibancadas, cadeiras cativas, e 62 camarotes, além de áreas sociais e de lazer (quadras e piscinas) para associados do Santos e do Portuários, em espaços distintos. Ao todo, o complexo está projetado para ocupar área de 67 mil metros quadrados.

Para o presidente do Santos FC, o projeto da nova Arena significa uma nova era na história do clube. “Vamos construir um espaço dos mais modernos, com ampla capacidade para shows de grande vulto e estrutura de lazer nova e completa para os usuários, com lounges e restaurantes. Tudo isso sem abdicar da Vila Belmiro, que seria adaptada para também atender os associados com ampla área social”, destacou Modesto Roma.

De acordo com o secretário de Patrimônio da União, Sidrack de Oliveira Correia Neto, o projeto é viável, porém, precisa atender aos preceitos legais condizentes à gestão dos imóveis da União. Um dos pontos que precisa ser estudado é a forma de concessão. Para tanto, pode ser exigida a realização de processo licitatório.Atu

almente, a área ocupada pelo Portuários está em processo de retomada pela SPU. “Além de oferecer instalações mais modernas aos nossos associados, o novo complexo seria uma oportunidade de ouro para que possamos regularizar nossa situação junto à SPU”, observou o presidente do Portuários, Leonardo Berringer.

Permuta
Uma das opções disponibilizadas pelo Santos e pelo Portuários é oferecer em permuta pela área da SPU uma outra área, próxima ao Condomínio Jardim Acapulco, em Guarujá, onde o Governo Federal poderia construir 2400 moradias pelo programa Minha Casa Minha Vida.

“Se houver condições de viabilizar esse importante projeto da Arena do Santos FC, teremos uma nova atração turística na Baixada Santista, geração de novos empregos e, de quebra, a possibilidade de mais unidades do Minha Casa Minha Vida. Vamos lutar, alinhados aos dois clubes, para tirar o projeto do papel”, salientou o deputado Marcelo Squassoni.

O próximo passo será levar o projeto para apreciação do Ministério das Cidades, em agenda que está sendo solicitada pelo deputado Squassoni, mas ainda sem data definida.