Canil Municipal do Guarujá volta às atividades


186 dias atrás
Por: #Santaportal - Em 16/02/2017 às 15:54
Canil Municipal do Guarujá volta às atividades Divulgação/Facebook

GUARUJÁ - Após dois anos parados, a “Carrocinha”, veículo apropriado para resgate de cães e gatos doentes ou abandonados nas ruas de Guarujá, voltou a circular na última quinta-feira (9).

O veículo estava sem uso há dois anos, por problemas mecânicos. O conserto foi possível porque um dos médicos veterinários do Centro de Controle de Zoonoses.

O resgate dos animais pela carrocinha obedece às solicitações colhidas pela Ouvidoria do Município ou direto ao canil por intermédio dos munícipes. O objetivo do equipamento é o resgate de animais abandonados, atropelados, que caem nos canais, doentes ou, ainda, que ofereçam risco às pessoas.

O protocolo de atendimento para os animais abandonados obedece quatro passos. Quando a animal chega ao Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) ele é:

1. Vermifugado
2. Castrado
3. Vacinado (vacinação anti-rábica)
4. Controle de ectoparasitas (pulgas e carrapatos)

O canil sofre com a grande demanda de animais abandonados no Município, por isso, incentiva a adoção responsável, tanto de gatos quanto de cães que estão lá abrigados.

Os próprios funcionários da unidade mantêm uma pagina no Facebook, “Projeto Adote um Amigo Canil Municipal do Guarujá”, em que veiculam fotos dos animais.

Além dos filhotes, que são os mais cobiçados, há muitos animais adultos e também idosos, que se não forem adotados passarão o resto da vida no local.

No canil municipal funciona também o ambulatório para a população canina e felina do Guarujá, em que podem ser agendadas consultas de rotina e onde é realizada vacinação contra a raiva.

Não há cirurgias além de castração, nem aplicação de soro com medicamentos, nem vacinas para doenças exclusivas dos animais. A vacina da raiva (antirábica) é aplicada porque a doença pode ser transmitida para humanos (controle de zoonoses).