Divulgação Divulgação

Pela essência... pela vida

Olá amigos. 

 

Hoje trago pra vocês em meu blog uma história que ganhou espaço na internet semana passada, que uniu uma família e uma drag queen, ambas de Vicente de Carvalho, no Guarujá, em um momento que ficará marcado na vida deles, e na das pessoas que conheceram essa lição de respeito e vida.

 

Na noite do último dia 13, sábado, Clodoaldo Mello estava indo a Santos utilizando-se da catraia que faz a travessia entre Vicente de Carvalho e Santos, lindamente caracterizado como a drag queen Klô, personagem com a qual anima festas e eventos diversos, quando por conta da intervenção divina, a vida dele e da família de Edjane - grávida entrando em trabalho de parto -  se cruzaram. 

 

No meio da travessia, ao perceber a situação e, em meio a indiferença dos demais, Klô deu toda a atenção e suporte à Edjane, sem pensar duas vezes mesmo tendo seu compromisso profissional o aguardando.   Chamou um taxi e acompanhou a família até o Hospital dos Estivadores, onde o pequeno Robynson nasceu. 

 

Logo após deixar a família em segurança, Klô seguiu ao seu compromisso e, por conta dessas coisas que acontecem com quem faz parte da corrente do bem, chegou a tempo de animar o evento, com a maestria de sempre.

 

Como faz parte há 18 anos de trabalhos voluntários e atualmente participa do grupo Doutores da Alegria, Clodoaldo esteve dias depois no hospital e conheceu o bebê, a quem ajudou em sua chegada ao mundo, e postou um vídeo muito emocionado pelo momento e pelo desfecho dessa história.

 

Conversei com a Edjane, mãe da criança, sobre essa linda história a qual fez questão de ressaltar que as pessoas na barca não se preocuparam em ajudar e que quando foi ajudada pela Klô, não se importou de como estava vestida, pois foi de um amor com ela. “Cada um tem a vida que quer. Isso faz ele feliz então está ótimo” disse ela.

 

“Sou muito grata. Nunca vou ter palavras para agradecer a pessoa especial que ele foi e sempre vai ser. Se não fosse ele nem sei o que seria de mim naquele dia que eu estava indo pro médico. Nem andar eu conseguia e ele me ajudo em tudo.  Eu e meu esposo sempre vamos ter uma gratidão sem fim com ele”, concluiu a nova mamãe, em belíssima atitude de respeito e reconhecimento.

 

É ou não é uma história para TRANSCENDER??

 

Eu consegui conversar com o Clodoaldo e parabeniza-lo por ter protagonizado uma das mais belas histórias de nossa região nesse começo de ano.

 

Como ator e drag, muitas vezes Klô tem de cruzar essa travessia, seja por barca ou por catraia, lindamente paramentada, devido a sua profissão, digna e honesta como tantas outras.  E como a maioria dos pertencentes a grupos diversos do padrão social dito “norma”, sofre com olhares de discriminação, intolerância e por vezes desrespeito, bastando para isso estar produzido com roupas e maquiagens lindas.

 

Pois bem... na história em questão, não importou para a moça grávida quem estava por detrás das roupas, peruca e maquiagem.   Para ela, bastou a pessoa “em essência” que fez o que PESSOAS DE BEM fariam: ajudar o próximo.    Nessa hora, Klo não pensou se chegaria a tempo ou se perderia seu evento...  não deu tempo para isso.  A HUMANIDADE dentro dele falou mais alto.  A mesma humanidade que faltou para aqueles que talvez olharam para a Klô e apenas rotulam da forma como bem entenderam ao invés de perceber que algo estava errado com a moça grávida.

 

Klô nos dá um exemplo daquilo que também defendo.   Muitas vezes somos rotulados, discriminados e as vezes atacados por sermos quem somos, mas nossa essência sempre deve estar no comando.     Seria aceitável ele cuidar de seu evento e sua vida, por conta de tantas vezes que foi hostilizado por ser “diferente”?    Claro que não.   E ele fez justamente o correto.   Foi quem é, independente de como o mundo reage a sua presença, em respeito a sua essência, em respeito a moça que precisava de amparo e, principalmente, em respeito à vida.

 

Sermos quem somos, nossa melhor versão, nossa essência...  isso nos dignifica e nos faz sermos diferentes, dar o exemplo de que podemos apanhar da vida, mas se quisermos podemos devolver amor... amor ao próximo... amor a quem não nos tem amor.  Essa é a máxima do cristianismo.   O resto tudo são convenções e conveniências.

 

Somos mais que rótulos, somos mais que roupas, perucas e maquiagens, somos mais que nossas escolhas e opções, somos mais que nossas crenças e religiões.

 

Somos ESSÊNCIA...  somos #todosKlô

 

Abaixo o link com o vídeo divulgado na Internet sobre essa linda história.  Vale a pena conferir:

https://www.facebook.com/ViveremSantos/videos/1860299427336998/?hc_ref=ARRmyZlLAuboVw_7k4wphkrCBUEm7W8eqQWeIVd374eODSn7A8VxU7kz_CAyT917JKk

 

Agradeço ao amigo Clodoaldo por me permitir dividir essa bela história.

 

Uma linda semana a todos e até o próximo encontro.

 

 

  • Publicado por: Flavia Bianco
  • Postado em: quinta-feira, 25 jan 2018 15:15Atualizado em: quinta-feira, 25 jan 2018 15:16
  • Klô   Flavia Bianco   Transcendendo   

Comentários (3)

Enviar Comentário

Jacquelyne Dal Bello

• 28/01/2018 21:38

Os Frutos da Gentileza
Que linda história de demonstração de ajuda ao próximo, onde o ditado " fazer o bem sem olhar a quem", foi realizado no momento certo e para a pessoa certa! Os frutos dessa gentileza, remetem aos nobres valores, como a empatia, a boa educação, olhar nos olhos da pessoa com ternura, a compaixão, a complacência e o saudável hábito de cumprimentar as pessoas com um bom dia, boa tarde e boa noite com um sorriso sincero... Será que é muito saudosismo querer resgatar esses nobres valores?

Santa Portal

• 30/01/2018 21:08

Com certeza, resgatar um pouco desses valores é o que quero através desse espaço. Historias como essa dignificam nossa caminhada. Obrigada Jacquelyne.

Pati

• 25/01/2018 16:16

Solidariedade
Por mais klo's e Edjane's no mundo!!!!!

Valeria

• 25/01/2018 15:57

Vida e Amor
Só o amor nos salva!!!

     
Sobre
Ensaios e opiniões sobre assuntos ligados a diversidade, estilo de vida, música entre outros, em busca de transcender a visão sobre esses temas, sob a ótica de Flavia Bianco, transgênero de 43 anos, santista de nascimento, publicitária de formação e musicista de coração. Participe interagindo ou sugerindo temas pelo email: [email protected]