Divulgação Divulgação

Os lançamentos mais aguardados de 2017 chegam em agosto

Game over para a espera dos fãs de games. Em agosto, mais de 30 jogos serão lançados para o alívio ou ansiedade dos amantes de jogos virtuais.

Entre as principais atrações estão The Lost Legacy de Uncharted (uma série de videogames de ação-aventura produzida pela Naughty Dog); o Madden 18 para Xbox One e PlayStation 4; os esperados Sonic Mania; Mario +Robbins para Nintendo Switch e a versão atualizada do clássico StarCraft da Blizzard.

Confira lista de lançamentos:
1 de agosto:
CastleStorm VR – PS4;

Dino Frontier – PS4;

The Long Dark – Xbox One, PS4, PC.

2 de agosto:
Tacoma – Xbox One, PC.

4 de agosto:
Sine Mora EX – Xbox One, PS4, PC.

8 de agosto:
Mega Man Collection 2 – Xbox One, PS4, PC;

Hellblade: Senua's Sacrifice – PS4, PC;

Comet Crash 2: The Kronkoid Wars – PS4;

LawBreakers – PS4, PC;

Batman: The Enemy Within – Episódio 1 – Xbox One, PS4, PC;

Graceful Explosion Machine – PS4;

Cat Quest – PC.

10 de agosto:
West of Loathing – PC;

Flip Wars – Switch.

11 de agosto:
The Escapists 2 – Xbox One, PS4, PC.

14 de agosto:
StarCraft Remastered – PC.

15 de agosto:
Agents os Mayhem – Xbox One, PS4, PC;

Observer – Xbox One, PS4, PC;

Sudden Strike 4 – PS4, PC;

Matterfall – PS4;

Sonic Mania – Xbox One, PS4, PC, Switch;

Undertale – PS4, Vita;

Night Trap: 25th Anniversary Edition – PS4 e PC;

Troll and I – Switch.

16 de agosto:
Conan Exiles – Xbox One.

22 de agosto:
Uncharted: The Lost Legacy – PS4;

Mages of Mystralia – PS4;

White Day: A Labyrinth Named School – PS4, PC;

Bleed – Xbox One, PS4;

25 de agosto:
Madden 18 – Xbox One, PS4;

Naruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm Legacy – Xbox One, PS4, PC.

29 de agosto:
Mario + Rabbids Kingdom Battle – Switch;

Dead Alliance – Xbox One, PS4, PC;

The Coma: Recut – Xbox One, PS4, PC;

Killing Floor 2 – Xbox One;

Warriors All Stars – PS4, PC;

Windjammers – PS4, Vita;

Everybody's Golf – PS4;

XCOM 2: War of the Chosen – Xbox One, PS4, PC.

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Redação #SantaPortal
  • Postado em: quarta-feira, 02 ago 2017 18:26Altualizado em: quarta-feira, 02 ago 2017 19:58

Cientistas ainda estudam consequências do iceberg que se desprendeu da Antártida esta semana

No início desta semana, um iceberg de 1 trilhão de toneladas se desligou da gigantesca plataforma de gelo Larsen C, na Antártica. De acordo com um comunicado divulgado pelo Projeto Midas, formado por um grupo de cientistas britânicos que monitoram Larsen C por meio de satélites.

A separação ocorreu entre a segunda-feira (10) e a quarta-feira (12), resultando em um iceberg de 5.800 quilômetros quadrados, equivalente em tamanho ao território do Distrito Federal. O fenômeno era esperado pelos pesquisadores que vigiam uma fenda na plataforma desde 2010, e previam a separação, mas as consequêncisas do evento ainda estão sendo estudadas.

Em comunicado à imprensa, o professor Adrian Luckman, da Universidade de Swansea, principal pesquisador do projeto Midas, informou que o impacto do rompimento em Larsen C será acompanhado, assim como destino do enorme bloco de gelo. "O iceberg é um dos maiores já registrado e seu progresso futuro é difícil de prever. Pode permanecer em uma só peça, mas é mais provável que se divida em fragmentos. Um pouco do gelo pode permanecer na área por décadas, enquanto partes do iceberg podem se dirigir para o norte em águas mais quentes", avalia Luckman.

O novo iceberg é um dos dez maiores monitorados por satélite e deve ser chamado de A68. Segundo os cientistas, o enorme bloco de gelo à deriva no oceano não deve alterar o nível do mar imediatamente. Como a plataforma de gelo Larsen C já estava flutuando, a separação não deslocou água extra. Larsen C tem uma espessura entre 200 e 600 metros e flutua no oceano à beira da Península Antártica, impedindo o fluxo de geleiras que a alimentam.

Com a separação, a área de Larsen C foi reduzida em mais de 12%. Os pesquisadores britânicos alertam que caso a plataforma continue perdendo blocos de gelo, isso pode resultar na separação de geleiras rumo ao oceano, o que poderia levar a uma elevação de até 10 centímetros no nível do mar.

A avaliação dos cientistas é que a nova configuração da plataforma deverá ser menos estável que antes da fenda, aumentando o risco de que ela se desintegre. “Embora haja um debate abundante sobre isso, nossa pesquisa mostra que a plataforma de gelo restante pode ser menos estável e, eventualmente, seguir o exemplo do vizinho do norte Larsen B.

Outros cientistas esperam que a plataforma de gelo se reconstitua, mas só o tempo irá dizer.”, informou o Projeto Midas em nota à imprensa. Em relação ao impacto do rompimento na biodiversidade, os cientistas garantem que a ave símbolo da região não será prejudicado. “Os pinguins vivem onde podem acessar peixes no mar. A plataforma de gelo tem uma espessura de cerca de 200 metros na sua borda externa. Uma vez que nove décimos deles estão debaixo d'água, como em qualquer iceberg, o penhasco na borda do mar tem pelo menos 20 metros de altura.

Os pinguins podem pular, mas não tão altos.” Mudanças climáticas No site do Projeto Midas, os pesquisadores também esclarecem que não há provas que liguem o episódio ao aquecimento global. “Não temos evidências para vincular este evento às mudanças climáticas. Embora a progressão geral do lado esquerdo da plataforma [Larsen C] de gelo para baixo da Península Antártica tenha sido associada ao aquecimento do clima, essa fenda parece ter se desenvolvido por muitas décadas e o resultado provavelmente é natural”, informaram.

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Agência Brasil
  • Postado em: sábado, 15 jul 2017 10:48
DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO

Apple é condenada por propaganda enganosa e vai precisar mudar seus anúncios

TECNOLOGIA - A pegadinha é velha conhecida de quem consome produtos e tecnologia, especialmente smartphones e tablets: aparelhos vendidos com uma certa quantidade de memória disponível têm, na verdade, muito menos. Tudo porque o sistema operacional, fundamental para o funcionamento do aparelho, somado aos aplicativos pré-instalados, ocupa uma parte às vezes considerável desse armazenamento.


Pois agora isso vai, pelo menos, ficar mais honesto. A Justiça de São Paulo determinou que a Apple retire, no prazo de um mês, as "propagandas enganosas" sobre a capacidade de armazenamento de seus aparelhos. A empresa deve mudar sua propaganda e informar quanto de armazenamento real existe para o usuário. No caso dos iphones de 16 MB, estão disponíveis 13 MB, ou seja, 20% menos.


No caso de descumprimento a empresa vai ter que pagar uma multa diária de 100 mil reais. Por enquanto a decisão vale apenas para os produtos da Apple mas é de se esperar que o bom senso impere e as outras empresas precisem passar pelo mesmo processo. Afinal, transparência nunca é demais.

 

 

Leia Mais
DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO

Apple vai deixar de fabricar Iphone no Brasil e preço do aparelho pode disparar

Se você acha que o iPhone é um sonho quase impossível por causa do valor fora da realidade brasileira, prepare-se: os preços dos aparelhinhos da Apple devem aumentar ainda mais nos próximos meses. Tudo graças à decisão da Foxconn, empresa chinesa responsável pela fabricação dos produtos da Apple, que vai encerrar as atividades industriais por aqui. Ou seja: iphones e ipads não vão mais ser fabricados no Brasil.

A empresa já começou a demitir trabalhadores de suas fábricas na Zona Franca de Manaus e também em Jundiaí e até o fim do ano a fabricação deve parar definitivamente. A razão é bem simples: os custos. Construir um iphone no Brasil custa quatro vezes mais do que na China, o famoso custo Brasil. Só que importar estes mesmos produtos pode tornar o produto ainda mais caro por aqui.

A aposta do Santaportal é que se isso de fato se concretizar o caminho mais comum para conseguir um iphone serão as lojas de contrabando, infelizmente.

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Gustavo Klein
  • Postado em: terça-feira, 27 jun 2017 19:25Altualizado em: terça-feira, 27 jun 2017 19:58
  • iphone   apple   custo brasil   
DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO

Super Nintendo vai ser relançado com vários clássicos na memória

Queridinho de todo gamer do início dos anos 90, o Super Nintendo vai ser relançado em setembro com 21 jogos na memória, inclusive um inédito: ‘Star Fox 2’, que foi produzido na época e nunca chegou a ser lançado.

O lançamento segue a linha de apostas retrô da indústria, que já teve, recentemente, relançados o Atari original, o primeiro Nes e outros aparelhos antigos.

Entre outros jogos que vão fazer parte do aparelho estão Super Mario World (90), The Legendo of Zelda: Link to the Past (91) e Super Metroid (94), grandes clássicos do console.

Além da memória, o console também aceita os antigos cartuchos, informação que é extremamente importante já que alguns desses aparelhos retrô não contam com esse recurso. O Super Nes Classic Edition (nome oficial) vem com dois controles, saída normal e HDMI.

Como a Nintendo há alguns anos não tem representação oficial no Brasil, não há informações sobre como ou quando (ou sequer “se”) o aparelho vai chegar oficialmente por aqui. Quem estiver a fim de um, o jeito é apostar na importação. Por lá o console vai custar 80 dólares.

 

 

Leia Mais
      Página Posterior >>
Sobre
Todos os lançamentos de gadgets. Os novos celulares. Os games mais recentes para celulares, computadores e consoles de videogames. A cada semana fazemos análise de um app novo. Também aqui você encontra as notícias mais recentes sobre ciências.