Reprodução Reprodução

Obras de expansão do porto de Pecém só devem ser entregues no fim deste ano

As obras da segunda expansão do Porto do Pecém não deverão ser entregues até o dia 30 deste mês, mas só no fim de 2017, diferentemente da última previsão feita pelo governo estadual. Atualmente, os serviços apresentam 85% de execução, de acordo com a Secretaria da Infraestrutura do Ceará (Seinfra).

Os trabalhos avançaram pouco em sete meses. Em novembro de 2016, 81% da ampliação havia sido concluídos. Orçado em R$ 640 milhões, o projeto inclui a pavimentação e ampliação do quebra-mar.

O projeto de expansão também contempla a construção de mais três berços de atracação de navios cargueiros ou porta-contêineres, que vão operar com carga geral e também com produtos da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP).

Equipamentos
Os berços 7 e 8 estão concluídos. Já o berço 9 deveria ser entregue até o fim deste mês, mas ainda está com 81% dos serviços executados, conforme a Seinfra.

Iniciada em dezembro de 2013 e prevista para ser concluída em 2015, a expansão ainda prevê uma nova ponte de acesso ao quebra-mar, permitindo o trânsito de caminhões para movimentação de placas, além da instalação de transportadores de correia para viabilizar a operação nos futuros terminais de granéis sólidos.

A correia transportadora de minério de ferro foi entregue em agosto de 2016 pelo governador Camilo Santana e funciona no píer 1 do porto. Desde 2012, o Complexo Industrial e Portuário do Pecém (Cipp) conta com uma correia transportadora de carvão mineral.

Melhorias
Segundo a Seinfra, a nova ponte de acesso tem 55% de avanço nos serviços. “A previsão é de que a obra completa seja entregue até o fim de 2017. Outras melhorias que podemos destacar no Porto do Pecém foram a chegada de equipamentos que incrementaram ainda mais a movimentação de cargas através do terminal portuário cearense”, acrescenta a Seinfra.

Ainda conforme a Secretaria, o Governo do Ceará investiu mais de R$ 1 bilhão em obras na ampliação e modernização do Porto do Pecém, que deverá firmar parceria com o Porto de Roterdã. “Com a entrega das obras e o pleno funcionamento da CSP, a expectativa é que o movimento de cargas no terminal aumente em até cinco vezes. Esse crescimento colocará o Pecém em posição de destaque no cenário portuário internacional, tornando-o um dos mais eficientes do mundo e gerando mais empregos e renda para o Ceará”, conclui a Seinfra.

 

 

  • Publicado por: Maxwell Rodrigues
  • Postado em: terça-feira, 20 jun 2017 10:35Altualizado em: terça-feira, 20 jun 2017 19:01

Comentários (0)

Enviar Comentário
     
Sobre
Os principais temas relacionados ao Porto de Santos, o maior da América Latina, serão abordados neste espaço pelo comentarista do Caderno Regional e apresentador do programa Porto & Negócios, Maxwell Rodrigues.