Vitaminas e minerais: fundamentais mas com bom senso

Existem nutrientes que, apesar de extremamente importantes para o funcionamento do nosso organismo, não precisam ser absorvidos em grandes quantidades. São os micronutrientes, que se subdividem em vitaminas e minerais.

 

 Vitaminas: 

São compostos orgânicos necessários para a regulação das funções do nosso organismo, auxiliando no fortalecimento do nosso corpo. Assim como os minerais, as vitaminas não são fontes de calorias.

Elas se dividem em:

  • Hidrossolúveis – vitaminas solúveis em água – vitaminas C e do complexo B;
  • Lipossolúveis – vitaminas solúveis em gorduras – vitaminas A, D, E e K.

 

A suplementação alimentar não é necessária, desde que o indivíduo mantenha uma alimentação balanceada, pois através dela consegue-se uma quantidade adequada de todas as vitaminas e minerais. Porém, facilmente apresentamos carências nutricionais caso nossa alimentação esteja desequilibrada.

 

Funções e fontes das vitaminas:

 

VITAMINA

FUNÇÃO

FONTE

A ou retinol

É responsável pela adaptação da visão ao escuro; protege a pele e mucosas; e é essencial para o

funcionamento dos órgãos reprodutores.

Gordura do leite, fígado, gema

do ovo, manteiga, vegetais

verde-escuros e alaranjados

como brócolis, couve,

cenoura e abóbora.

D ou calciferol

Controla a absorção do cálcio e do fósforo; regula a formação e a reconstituição dos ossos e dentes.

Fígado, gema de ovo, leite

enriquecido. A pessoa deve

ficar exposta aos raios solares

para que haja produção de

vitamina no organismo.

E ou tocoferol

Contribui para o bom estado dos tecidos; auxilia na digestão das gorduras; e atua com antioxidante.

Óleos vegetais, vegetais

verde-escuros como espinafre, germe de trigo, gema de ovo, gordura do leite, nozes.

K ou menadiona

É fundamental para a coagulação sangüínea e participa do metabolismo de minerais, como cálcio e ferro.

Fígado, óleos vegetais,

vegetais verdes. Também é

produzida pelas bactérias do

intestino.

C ou ácido

ascórbico

Auxilia na absorção do ferro; participa da formação de colágeno e do processo de cicatrização; e aumenta a resistência contra certas doenças como a gripe.

Acerola, limão, laranja,

abacaxi, maracujá, morango,

verduras.

B1 ou tiamina

É importante para o bom funcionamento dos músculos e do cérebro.

Aves, peixes, leite e

derivados, cereais, verduras.

B2 ou riboflavina

Contribui para o bom estado das mucosas e da visão e acelera a cicatrização.

Leite e derivados, cereais,

carnes, fígado.

B3 ou niacina

Participa do metabolismo dos carboidratos e das proteínas e é essencial nas reações de obtenção

de energia.

Carnes, peixe, amendoim,

grãos, ovo, leite, leguminosas

como lentilha e feijão.

B5 ou ácido

pantotênico

Ajuda a transformar os nutrientes em energia e é importante para o funcionamento do cérebro.

Presente em quase todos os

alimentos.

B6 ou piridoxina

Participa do metabolismo das proteínas e dos glóbulos vermelhos (células do sangue).

Carnes, ovo, leite, fígado.

B8 ou biotina

Auxilia na digestão de gorduras e participa de várias reações com a vitamina B5.

Carne, leite, cereais, ovo, nozes e castanhas.

B9 ou ácido

fólico

Fundamental na divisão celular, especialmente das células do sangue; atua no metabolismo do DNA.

Frutas, fígado, cereais,

verduras cruas, carnes.

B12 ou

cianocobalamina

Ajuda a formar as células vermelhas do sangue e as moléculas de DNA.

Carnes, peixes, leite e

derivados.

 

 Minerais: 

Os minerais são essenciais na regulação das funções do nosso organismo e compor a estrutura dos ossos e dentes. Também atuam na liberação ou ativação de enzimas e são necessários para a transmissão nervosa e regulação dos batimentos cardíacos.

Da mesma forma que com as vitaminas, a suplementação dos minerais não é necessária caso o indivíduo tenha uma alimentação equilibrada.

Importante: A suplementação nutricional só pode ser feita sob orientação de um nutricionista ou médico, pois enquanto o excesso de alguns nutrientes é eliminado pela urina e fezes, de outros pode ficar acumulado e se tornar tóxico ao organismo.

 

Funções e fontes de minerais:

 

VITAMINA

FUNÇÃO

FONTE

Cálcio

É essencial para a constituição de ossos e dentes.

Leite e derivados, sardinha, vegetais verde escuro, leguminosas, mariscos.

Fósforo

É componente de todas as células do organismo e de

produtos do metabolismo.

Leite e derivados, gema de ovo, carnes, peixes, aves, cereais integrais, feijões.

Magnésio

Atua em quase todos os processos orgânicos, ativando

reações.

Cereais integrais, carnes, leite,

vegetais, chocolate.

Sódio

Responsável por regular os líquidos corporais, a exemplo da pressão sangüínea.

Sal de cozinha, alimentos do mar, alimentos de origem animal. A maioria dos alimentos contém sal.

Cloro

Juntamente com o sódio, regula os líquidos corporais. Compõe o ácido clorídrico presente no estômago, auxiliando no processo de digestão.

Sal de cozinha, alimentos marinhos e de origem animal.

Potássio

Também atua na regulação dos líquidos corporais. É necessário para o metabolismo de carboidratos e proteínas.

Frutas, leite, carnes, cereais,

vegetais, feijões.

Enxofre

Componente de alguns aminoácidos. Atua como antioxidante.

Alimentos fontes de proteínas, como carnes, peixes, aves, ovos, leite e derivados, feijões, castanhas.

Ferro

Está presente em componentes do sangue e em enzimas. Auxilia na transferência do oxigênio e na respiração celular, protege o organismo contra algumas infecções e exerce papel na performance cognitiva (atenção, aprendizagem, memória...)

Carnes, fígado, leguminosas como feijão e lentilha, vegetais verde-escuros, rapadura, melaço, camarão, ostras, grãos integrais.

Zinco

É constituinte de diversas enzimas e da insulina. Importante no metabolismo dos ácidos nucléicos.

Fígado, mariscos, farelo de trigo, leite e derivados, leguminosas.

Cobre

É constituinte de enzimas, de alguns componentes do sangue e dos ácidos nucléicos.

Fígado, mariscos, feijões, rins, aves, chocolate, castanhas.

Iodo

Está relacionado aos processos da glândula tireóide. Participa das reações celulares que envolvem energia, incluindo o metabolismo dos nutrientes.

Sal de cozinha iodado, alimentos do mar.

Manganês

Participa de atividades enzimáticas essenciais.

Frutas, castanhas, leguminosas como feijões, folhas de beterraba.

Flúor

Constitui ossos e dentes. Reduz as cáries dentárias e a perda óssea.

Água potável, chá, arroz, soja,

espinafre, frutos do mar.

Molibdênio

Ajuda no metabolismo de carboidratos e gorduras. Ajuda ainda a prevenir a anemia.

Vísceras como o fígado, vegetais verde-escuros como espinafre, cereais integrais, leguminosas.

Cobalto

Essencial para o funcionamento normal de todas as células, especialmente as da medula óssea, do sistema nervoso e

gastrointestinal.

Vísceras, aves, mariscos, leite e derivados.

Selênio

Associado ao metabolismo das gorduras e da vitamina E. Possui propriedades antioxidantes.

Castanhas, vegetais, carnes, leite e derivados.

Cromo

Associado ao metabolismo da glicose (açúcar encontrado no sangue).

Óleo de milho, mariscos, cereais integrais, carnes, água potável.

 

 

 

  • Publicado por: Ingrid Seiler Prior
  • Postado em: domingo, 15 out 2017 12:09Altualizado em: terça-feira, 17 out 2017 11:51
  • vitaminas   minerais   

Comentários (0)

Enviar Comentário
     
Sobre