Alimentação Colorida

A maioria das pessoas costuma se alimentar de forma monocromática, e geralmente a cor que predomina é o bege: pão, macarrão, batata, farofa, etc. Pratos pálidos aceleram o processo de envelhecimento e abrem brechas para várias doenças como diabetes, colesterol alto, etc. o ideal é ter uma alimentação colorida, pois a mistura de alimentos com cores diferentes torna o prato um conjunto incrível de compostos antioxidantes, vitaminas e minerais que o corpo precisa, além de combater o excesso de radicais livres. Os radicais são responsáveis por uma série de doenças como o câncer e o próprio envelhecimento precoce. A seguir, conheça o grupo de alimentos e seus benefícios:

  

Alimentos vermelhos

 São ricos em carotenóides, precursores de vitamina A. Protegem o coração, o envelhecimento precoce das células e a memória, além de fortalecerem os olhos e pele e estimular o sistema imunológico. O licopeno presente nesses alimentos ajuda na prevenção do câncer de próstata.

Exemplos: cereja, goiaba, maçã, melancia, morango, pimenta, pimentão vermelho, tomate, etc.

  

Alimentos laranjas e amarelos

 Assim como os vermelhos, esses alimentos esbanjam carotenóides. Além disso, são ricos em vitamina C, um antioxidante fundamental para a proteção das células. Ajuda na prevenção de alguns tipos de câncer como o de mama.

Exemplos: abacaxi, abóbora, batata, caju, cenoura, laranja, mamão, manga, maracujá, milho, pimentão amarelo, tangerina, etc.

 

 Alimentos roxos

 Possuem coloração arroxeada e azulada devido à antocianina, um antioxidante que combate doenças cardiovasculares e o câncer. Contém vitamina B3, vitamina C e potássio. Mantém a saúde da pele, nervos, rins e aparelho digestório.

Exemplos: açaí, alcachofra, alface roxa, ameixa, berinjela, beterraba, framboesa, repolho roxo, uva, etc.

  

Alimentos marrons

 São ricos em vitamina E, antioxidante que atua na prevenção de doenças cardíacas, câncer e envelhecimento precoce das células do organismo.

Exemplos: arroz integral, cereais integrais, gérmen de trigo e oleaginosas (castanhas, amêndoas, nozes, etc).

 

Alimentos verdes      

 São ricos em cálcio, ferro, fósforo, que ajudam na coagulação sanguínea, no crescimento e na produção de glóbulos vermelhos. Evitam a fadiga mental, fortalecem ossos e dentes e o câncer de cólon e mama. Eles ainda contém luteína e zeaxantina, substâncias que blindam o organismo contra problemas oftalmológicos como a degeneração macular.

Exemplos: abacate, abobrinha, acelga, alface, brócolis, couve, chuchu, ervilha, limão, pimentão verde, repolho, uva, vagem, etc.

 

Alimentos brancos

São ricos em vitaminas do complexo B e flavonóides, atuando na proteção das células. Inibem o aparecimento de coágulos sanguíneos e de tumores intestinais. Auxiliam no funcionamento do sistema nervoso e tem ação antibacteriana, antiviral e antiinflamatória.

Exemplos: alho, alho-poró, banana, cebola, cogumelo, couve-flor, mandioca, pêra, etc.

 

Após conhecer todos esses benefícios, usufrua diariamente de uma alimentação colorida para ter uma melhor qualidade de vida.

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Dra. Ingrid Seiler Prior
  • Postado em: quarta-feira, 14 fev 2018 09:41Atualizado em: segunda-feira, 01 jan 1900 00:00
  • alimentos   coloridos   nutrição   
     
Sobre
Nutricionista formada em 2009 pela Universidade Católica de Santos, especialista em Fisiologia do Exercício pela Universidade Gama Filho e em Obesidade e Emagrecimento pela Universidade Federal de São Paulo. Conheça melhor o meu trabalho em www.nutricionistaingrid.com.br