Azeite

O azeite de oliva é o óleo extraído a partir das azeitonas, fruto das oliveiras. Ele é rico em gorduras monoinsaturadas, como o ácido graxo oléico, e pobre em saturadas, razão pela qual é considerado um alimento “amigo do peito”. Isso porque o ácido graxo oléico diminui o risco de oxidação do LDL (o “mau colesterol”) e aumenta os níveis de HDL (o “bom colesterol”), o que previne a aterosclerose, o depósito de gordura na parede das artérias e que pode provocar angina, infarto, AVC isquêmico ou hemorrágico e derrame.

A longevidade dos habitantes da região do Mediterrâneo é conhecida de longa data, além dos baixos índices de problemas cardíacos. Porém, eles não só regam seus pratos com esse óleo como se esbaldam em verduras, frutas e peixes. Ou seja, o ideal é aliar o uso do azeite a uma dieta saudável.

O azeite ainda possui propriedades antiinflamatórias e antioxidantes, que retarda o envelhecimento das células. Além disso, ele ainda possui uma substância chamada oleuropeína, que aumenta a quantidade de osteoblastos, células formadoras ósseas, o que previne a osteoporose.

Para desfrutar de todos esses benefícios, bastam duas colheres de sopa por dia. De preferência, utilize-o para temperar saladas e finalizar pratos quentes, e evite utilizá-lo nas preparações, pois em contato com o calor ele perde grande parte de suas qualidades nutricionais.

Porém, para quem quer perder peso, é importante se atentar à quantidade consumida, pois apesar de saudável, o azeite é bastante calórico: cada grama oferece 9 calorias. Uma colher de chá já é suficiente para tornar seu organismo menos resistente à perda de peso, além de ajudar a diminuir a circunferência abdominal, já que ele evita que a gordura se deposite na linha da cintura. E a preocupação não é somente com a estética, já que uma barriga avantajada dificulta a ação da insulina, podendo levar ao diabetes tipo 2.

Na hora da compra escolha uma boa marca, não aceitando aquelas com mistura de óleo, como azeite mais óleo de soja por exemplo. O campeão nas vantagens para a saúde é o azeite extra-virgem. O que diferencia os tipos de azeite de oliva é o seu grau de acidez. Quanto menor o grau de acidez, maior a quantidade de compostos fenólicos, as substâncias antioxidantes e antiinflamatórias.

O azeite extra-virgem, apesar de ser mais caro, é o mais rico nesses compostos. Como não temos produção nacional, o preço do produto no país é alto, mas vale a pena gastar um pouco mais e consumir um produto de qualidade. Em relação à embalagem, dê preferência às que estejam em vidro escuro ou lata, já que o contato com a luz favorece a perda dos nutrientes benéficos do produto.

 

Gostaria de conhecer mais? Me siga no Instagram! www.instagram.com/ingridpriornutri

 

 

Leia Mais

Café

Você é um amante de café? Então preste atenção nessas dicas para conseguir fazer um café de excelente qualidade:

Veja a data de fabricação do café. O grão recém torrado possui mais sabor.

O café moído se deteriora facilmente em função do ar, umidade, calor, tempo e contato com odores estranhos. Portanto, guarde o café-o em um recipiente com boa vedação, na geladeira.

A água utilizada deve ser pura e limpa, então utilize sempre água filtrada ou mineral na preparação do café.

Utilize de 5 a 6 colheres de sopa de pó para 1 litro de água. Se a bebida resultar sem sabor, aumente a quantidade de café. Se ela ficar amarga, áspera ou desagradável, diminua o tempo de contato da água com o café, diminuindo assim a quantidade do pó.

Ferver a água queima o café: A dica é tirar a água do fogo quando começarem a sair as primeiras bolhinhas. Quando a água é fervida ela perde o oxigênio, e quando jogamos no café, o pó acaba queimando, e isso vai interfere tanto na sua qualidade quanto no seu sabor, deixando o café mais amargo. No caso das cafeteiras elétricas, elas já são programadas para aquecer a água sem ultrapassar os 90 graus.

Não coloque o pó de café dentro da chaleira com a água fervendo: Isso faz com que a água entre em estado de fervura, queime o pó e deixe a bebida mais amarga.
.
Não coloque água rapidamente sobre o pó: O processo deve ser realizado lentamente, umedecendo toda a superfície do pó, e em seguida mantendo o fio de água quente no centro do filtro ou coador.

Caso você utilize filtro de papel, passe uma primeira água quente no filtro (apenas o suficiente para umedecer toda a superfície do papel) é fundamental para se retirar o gosto residual do tratamento químico para o branqueamento do papel.
O café usado (borra) é o pior inimigo do sabor e aroma da cafeteira. Nunca o reutilize, sequer misturando-o ao café fresco.
No caso do uso de garrafas térmicas, estas devem ser sempre limpas e de uso exclusivo do café, e nunca armazene a bebida já adoçada, porque se formará uma crosta de caramelo de mal sabor nas paredes do recipiente.

 

Gostaria de conhecer mais? Me siga no Instagram! www.instagram.com/ingridpriornutri

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Dra. Ingrid Seiler Prior
  • Postado em: quarta-feira, 22 mai 2019 17:38
  • café   cafeína   grãos   

Iogurte de leite de coco vegano

Que tal fazer uma receita super saudável, saborosa e vegana para os seus lanches? 
Iogurte de leite de coco

Ingredientes: .
* 1 litro de leite de coco;
* 1 e ½ colher (chá) de ágar-ágar;
* 2 colheres de sopa de açúcar mascavo (opcional);
* 1 sachê de probióticos.

Modo de preparo: 
Dissolva o ágar-ágar em uma xícara do leite de coco, e cozinhe por cerca de 5 a 6 minutos (até que comece a engrossar).

Junte o restante do leite, misture bem e aqueça até que fique morno, e depois acrescente o sachê de probióticos.

Transfira para vidrinhos com tampa e deixe em um lugar protegido por 6 a 8 horas. 
Logo após guarde na geladeira e consuma em até uma semana.

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Dra. Ingrid Seiler Prior
  • Postado em: segunda-feira, 06 mai 2019 13:30Atualizado em: segunda-feira, 06 mai 2019 13:38
  • receita   vegana   lanche   

Hambúrguer de Lentilha

1 xícara (de chá) de lentilha crua

4 xícaras (de chá) de água

1 dente de alho grande picado

1/2 xícara (de chá) de cebola picada

1/2 xícara (de chá) de cheiro verde picado (salsinha e cebolinha)

1 colher (de sopa) de azeite

1 colher (de chá) de sal (ou mais, se preferir)

Cominho a gosto

Cerca de 1/2 xícara (de chá) de farinha de trigo integral/ ou de aveia ou de arroz .

Cozinhe a lentilha juntamente com 4 xícaras de água na panela de pressão e deixe cozinhando em fogo médio até pegar pressão, em seguida abaixe o fogo e deixe cozinhando por mais 15 minutos. Escorra e coloque em uma vasilha.

Adicione o alho, a cebola, o cheiro verde, o azeite, o sal, tempere com cominho a gosto, e misture.

Acrescente a farinha de trigo integral aos poucos, até dar o ponto de modelar. (Evite colocar muita farinha, senão seu hambúrguer perderá o sabor da lentilha). Divida a massa em 5 partes iguais e passe um fio de óleo nas mãos. Modele os hambúrgueres com cerca de 1,5cm de espessura.

Coloque os hambúrgueres em uma forma untada ou com papel manteiga e leve ao freezer por uma hora.

Retire com cuidado, frite em uma frigideira antiaderente com um fio de óleo, e vire o hambúrguer quando ele estiver bem douradinho ou asse em forno ou air fryier a 180 graus até dourar. • O principal cuidado que você deve ter com esta receita é não deixar a lentilha muito molhada e encharcada, senão você precisará adicionar mais farinha, o que comprometerá o gosto do seu hambúrguer; • Para congelar: depois que os hambúrgueres ficaram 1 hora no freezer, retire-os da assadeira, coloque tudo em um potinho fechado e deixe no congelador por até 2 meses. Não precisa descongelar pra fritar ou assar.

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Dra. Ingrid Seiler Prior
  • Postado em: sexta-feira, 03 mai 2019 14:59Atualizado em: sexta-feira, 03 mai 2019 15:02
  • receita   saborosa   lanche   

Açaí

Você conhece os benefícios do açaí?

Carboidrato e vitaminas do complexo B: melhora a função cerebral, reduz o estresse e combate a insônia;
Aminoácidos: contribuem para a recuperação muscular;
Antocianinas: substâncias que dão a cor roxa no açaí e melhora a saúde do coração, reduzindo o colesterol ruim e melhorando o colesterol bom;
Fibras: contribuem para o bom funcionamento do sistema digestório;
Cálcio: garante ossos e dentes fortes e saudáveis;
Ômega-3: eficiente no combate à hipertensão.

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Ingrid Seiler Prior
  • Postado em: quarta-feira, 20 mar 2019 11:53
  • frutas   saúde   alimentos   
<< Página Anterior       Página Posterior >>
Sobre
Nutricionista formada em 2009 pela Universidade Católica de Santos, especialista em Fisiologia do Exercício pela Universidade Gama Filho e em Obesidade e Emagrecimento pela Universidade Federal de São Paulo. Conheça melhor o meu trabalho em www.nutricionistaingrid.com.br