Hambúrguer de Lentilha

1 xícara (de chá) de lentilha crua

4 xícaras (de chá) de água

1 dente de alho grande picado

1/2 xícara (de chá) de cebola picada

1/2 xícara (de chá) de cheiro verde picado (salsinha e cebolinha)

1 colher (de sopa) de azeite

1 colher (de chá) de sal (ou mais, se preferir)

Cominho a gosto

Cerca de 1/2 xícara (de chá) de farinha de trigo integral/ ou de aveia ou de arroz .

Cozinhe a lentilha juntamente com 4 xícaras de água na panela de pressão e deixe cozinhando em fogo médio até pegar pressão, em seguida abaixe o fogo e deixe cozinhando por mais 15 minutos. Escorra e coloque em uma vasilha.

Adicione o alho, a cebola, o cheiro verde, o azeite, o sal, tempere com cominho a gosto, e misture.

Acrescente a farinha de trigo integral aos poucos, até dar o ponto de modelar. (Evite colocar muita farinha, senão seu hambúrguer perderá o sabor da lentilha). Divida a massa em 5 partes iguais e passe um fio de óleo nas mãos. Modele os hambúrgueres com cerca de 1,5cm de espessura.

Coloque os hambúrgueres em uma forma untada ou com papel manteiga e leve ao freezer por uma hora.

Retire com cuidado, frite em uma frigideira antiaderente com um fio de óleo, e vire o hambúrguer quando ele estiver bem douradinho ou asse em forno ou air fryier a 180 graus até dourar. • O principal cuidado que você deve ter com esta receita é não deixar a lentilha muito molhada e encharcada, senão você precisará adicionar mais farinha, o que comprometerá o gosto do seu hambúrguer; • Para congelar: depois que os hambúrgueres ficaram 1 hora no freezer, retire-os da assadeira, coloque tudo em um potinho fechado e deixe no congelador por até 2 meses. Não precisa descongelar pra fritar ou assar.

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Dra. Ingrid Seiler Prior
  • Postado em: sexta-feira, 03 mai 2019 14:59Atualizado em: sexta-feira, 03 mai 2019 15:02
  • receita   saborosa   lanche   

Açaí

Você conhece os benefícios do açaí?

Carboidrato e vitaminas do complexo B: melhora a função cerebral, reduz o estresse e combate a insônia;
Aminoácidos: contribuem para a recuperação muscular;
Antocianinas: substâncias que dão a cor roxa no açaí e melhora a saúde do coração, reduzindo o colesterol ruim e melhorando o colesterol bom;
Fibras: contribuem para o bom funcionamento do sistema digestório;
Cálcio: garante ossos e dentes fortes e saudáveis;
Ômega-3: eficiente no combate à hipertensão.

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Ingrid Seiler Prior
  • Postado em: quarta-feira, 20 mar 2019 11:53
  • frutas   saúde   alimentos   

Não consuma produtos com muitos ingredientes!

Essa é uma orientação básica, ninguém precisa de um produto com vários ingredientes, por exemplo, ao invés de 5 ingredientes em um mesmo produto, porque não usar 5 alimentos de cores diferentes?

Um produto com mais de 5 ou 6 ingredientes é altamente processado. Quando vou escolher algum produto olho a lista de ingredientes, e se for longa, nem perco o meu tempo.

Esses dias vi no mercado um iogurte com 14 ingredientes e pensei: "mas eu só queria um iogurte"! Depois de muito procurar, achei um só com leite pasteurizado + cultura de probióticos... Quer iogurte de morango? Bata com morango. Quer de pêssego? Bata com pêssego. Se não tem tempo para fazer isso se organize melhor, não há justificativa para levar à sua mesa alimentos cheios de ingredientes que nosso corpo pouco sabe processar.

Não há segredo na leitura de rótulos, eu não investigo calorias nem gordura, vou direto na lista de ingredientes e vejo do que é feito aquele produto. E não tem erro: se a lista for longa, com siglas e nomes que você desconhece, não leve, você não merece isso!


Adaptado de: @dietsmart

 

 

Leia Mais

Alho e cebola

Dois temperos muito comuns na culinária brasileira, o alho e a cebola são considerados alimentos funcionais, ou seja, além de alimentar são capazes de prevenir doenças. Dentre elas estão a gripe, diabetes e até reduz o risco de desenvolvimento de câncer.

Ambos são ricos em selênio e vitamina C, poderosos antioxidantes, que de quebra melhoram a imunidade. É uma boa fonte das vitaminas do complexo B, importante para combater o cansaço e desânimo.

Como se já não bastasse, as duas possuem ação anti-inflamatória, anti-viral, anti-parasitária, anti-bacteriana e anti-fúngica.

Ainda não ficou convencido sobre incluí-los na sua alimentação? Pois bem, aqui vão 3 dicas infáliveis:
* Depois da refeição, para evitar o mau-hálito, mastigue salsa ou qualquer planta que contenha clorofila;
* Para retirar o forte odor das mãos após picá-los, esfregue-as bem com sal grosso ou açúcar e depois enxague;
* Corte-os em uma bacia com água para não chorar ;-)

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Ingrid Seiler Prior
  • Postado em: quinta-feira, 21 fev 2019 10:31Atualizado em: quinta-feira, 21 fev 2019 21:14

Autismo ou Transtorno do Espectro Autista (TEA)

O autismo ou Transtorno do Espectro Autista (TEA) é uma desordem neurológica de causa desconhecida, que acomete mais o sexo masculino. A doença é caracterizada pela deterioração de demora na interação social e na aquisição da linguagem, bem como déficit de habilidades com padrões repetitivos de comportamento.

Quanto à alimentação, deve-se tomar cuidado com a seletividade alimentar e com o peso do autista, já que eles costumam ser totalmente inapetentes ou muito gulosos. Eles apresentam a flora intestinal ruim, sendo assim a suplementação de probióticos interessante para melhorar os sintomas gástricos e aumentar a imunidade. A utilização de ômega-3 promove uma mudança significativa na hiperatividade, déficit de atenção e estereotipia do comportamento.

Além disso, a retirada da caseína e do glúten da dieta costuma beneficiar o tratamento da doença, mas é essencial o acompanhamento com um nutricionista especialista em autismo.

 

 

Leia Mais
<< Página Anterior       Página Posterior >>
Sobre
Nutricionista formada em 2009 pela Universidade Católica de Santos, especialista em Fisiologia do Exercício pela Universidade Gama Filho e em Obesidade e Emagrecimento pela Universidade Federal de São Paulo. Conheça melhor o meu trabalho em www.nutrimind.net.br