Divulgação/Conmebol Divulgação/Conmebol

Reviravolta: Conmebol aceita e Atlético-PR x Santos pela Libertadores pode ser na Vila Capanema

Reviravolta no caso da partida envolvendo Atlético Paranaense e Santos Futebol Clube pelas oitavas da Libertadores de 2017, no dia 5 de julho próximo. Após definir a partida no Estádio Couto Pereira, a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) volta atrás e aceita que a partida seja no Estádio Durival Brito e Silva, a famosa Vila Capanema do Paraná Clube.

O presidente da Conmebol, Alejandro Dominguez, recebeu na segunda-feira (26) telefonemas desesperados do presidente do Coritiba, Rogério Portugal Barcellar, e atendeu o desejo dele e vai liberar a partida no estádio do Paraná.

Segundo fonte desse blog junto à Conmebol, Dominguez não quer entrar em problema com os clubes brasileiros e como a partida envolve dois clubes daqui ele resolveu ceder ao contrário do que indicava antes, como noticiou este blog. Mas como cede pressão esse presidente da Conmebol, não? Mas pelo menos é honesto, o que não podemos afirmar de todos que passaram pelo cargo, de acordo com o FBI e a Justiça dos Estados Unidos.

Então torcida alvinegra podem embarcar para Curitiba. A primeira partida eliminatória do Peixe rumo ao Tetra das Américas será mesmo na capital do Paraná. E corram pra garantir hotel, por causa da Liga Mundial de Voleibol, que envolve muitas seleções em Curitiba. Essa é uma missão para 007 resolver ou aceitar dormir na praça ao som de Bruno & Marrone. Afinal, depois que descobri que um santista acabou com casamento e vendeu a própria casa pra ir ver o Mundial perdido em 2011 no Japão não é difícil prever santistas dormindo na rua por toda Curitiba.

Anuncio aqui que este novo blogueiro deve acompanhar a delegação do Peixe e trará tudo com exclusividade nesse espaço. Aguardem!!!!

Deus Existe!

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Armando Gomes
  • Postado em: terça-feira, 27 jun 2017 16:06Atualizado em: quarta-feira, 28 jun 2017 19:07
Reprodução Reprodução

Santos envia ofício à CBF por interferência externa na partida da Copa do Brasil; Leia na íntegra

O Santos FC enviou, nesta quinta-feira (27), ofício à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) relatando interferência externa no lance entre Bruno Henrique e Réver, ainda no primeiro tempo da partida diante do Flamengo pela Copa do Brasil, que terminou em 4x2.

O árbitro Leandro Pedro Vuaden assinalou o pênalti. Porém, mais de 1 minuto após de sua marcação, influenciado pelo 4º árbitro, Flavio Rodrigues de Souza, que estava na linha de meio-campo, a penalidade foi cancelada.

É apontado que a participação teria sido provocada pelo repórter de campo, Eric Faria, da Rede Globo de televisão, que é elemento alheio à partida.

Leia na íntegra:

A
CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL
Avenida Luís Carlos Prestes, nº 130
Barra da Tijuca -Rio de Janeiro
CEP: 22.775-055

Ref.: arbitragem na partida da Copa do Brasil ente Santos e Flamengo, de 26/07/2017

Ilustríssimo Sr. Presidente da CBF, Dr. Marco Pólo Del Nero

Vimos, pelo presente, apresentar para vosso conhecimento, os fatos repugnáveis ocorridos ontem, 26 de julho de 2017, em partida de volta das quartas de final da Copa do Brasil, entre Santos e Flamengo.

Tais fatos influenciaram diretamente no resultado da partida e, principalmente, na não classificação do Santos para as semifinais da competição.

Ocorre que aos 40 minutos do primeiro tempo, quando o placar da partida estava empatado em 1 a 1, o árbitro Leandro Pedro Vuaden anotou um pênalti do zagueiro Réver, do Flamengo, sobre o atacante Bruno Henrique, do Santos. Insistimos: ele anotou a penalidade.

O árbitro, autoridade máxima da partida, estava a poucos metros de distância do lance e interpretou o contato do zagueiro com o atacante como faltoso e dentro dos limites da grande área. Porém, mais de 1 minuto após de sua marcação, influenciado pelo 4º árbitro, Sr. Flavio Rodrigues de Souza, que estava na linha de meio-campo, a penalidade foi cancelada e o Sr. Vuaden determinou a cobrança de escanteio.

Novamente, estamos diante de um caso em que o árbitro revoga sua marcação por comunicação do quarto árbitro, cuja participação teria sido provocada pelo repórter de campo, Sr. Eric Faria, da Rede Globo de televisão, que é elemento alheio ao certame, devendo se comportar como jornalista e não como torcedor de seu time do coração.

Aliás, esta atitude do repórter parece ser recorrente, visto que já foi criticada pela Diretoria do Fluminense: http://torcedores.uol.com.br/noticias/2016/10/dirigente-do-fluminense-acusa-reporter-da-globo-de-protecao-ao-flamengo

Reportar ao 4º árbitro sua impressão do lance após ver replay na televisão não é função nem atitude condizente com um jornalista esportivo.

Esta ação repudiável foi testemunhada por dezenas de pessoas e pode ser constatada no vídeo da partida e em fotografias tiradas por outros veículos de mídia.
Destacamos que é a terceira oportunidade recente em que interferências externas atuam na remarcação de lances capitais de partidas de futebol no Brasil, a saber:

- Fluminense x Flamengo, em 13 de outubro de 2016;
- Avaí x Flamengo, em 11 de junho de 2017;
- Santos x Flamengo, em 26 de julho de 2017;

Entendemos que tais fatos devam ensejar a anulação da partida, pelo bem do futebol nacional e da credibilidade da entidade que V.Sa preside.

As decisões do árbitro são soberanas e a interferência externa não é autorizada pela FIFA ou CBF, tampouco recomendada pela comissão de arbitragem nacional.

Do ponto de vista desportivo e institucional, solicitamos as providências perante a comissão de arbitragem, para análise da conduta do árbitro e seus auxiliares, bem como junto a detentora dos direitos de transmissão sobre a postura de seus prepostos.

Não obstante, solicitamos a V.Sa que tome as providências no sentido de:

a) Anular a partida;
b) Proibir que repórteres permaneçam na lateral do campo e se comuniquem com a equipe de arbitragem durante as partidas;
c) Punir adequadamente a equipe de arbitragem que atuou em referida partida;
d) Descredenciar o Sr. Eric Faria como repórter de campo.

Certos de sua compreensão e providências, firmamos a presente com o respeito e as homenagens de praxe.



SANTOS FUTEBOL CLUBE

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Armando Gomes
  • Postado em: quinta-feira, 27 jul 2017 15:18Atualizado em: quinta-feira, 27 jul 2017 19:16
  • santos fc   flamengo   eric faria   
Divulgação Divulgação

Reforço de peso! Fisioterapeuta campeão pelo Santos e seleção está de volta!

O Santos Futebol Clube anunciou um reforço de peso e que vai ajudar muito o time: o fisioterapeuta Luiz Alberto Rosan. Este profissional é um dos ícones da fisioterapia desportiva mundial – sim, o Brasil é expoente no setor –, ao lado de Nilton Petrone, o Filé, também de passagem marcante na Vila. Rosan é o melhor que se tem deste mercado disponível.

Daí você leitor deve pensar: “Esse Armando Gomes é doido mesmo, como um fisioterapeuta vai ajudar o time”. Explico: O Centro de Excelência em Preparação e Recuperação de Atletas de Futebol (CEPRAF) nos últimos tempos tem sido um anexo do Hotel Recanto dos Alvinegros. Os jogadores chegam lá e não saem ou batem e voltam do time. Entre 2016 e 2017, a lista é grande: Luiz Felipe, Gustavo Henrique, Zeca, Ricardo Oliveira, Caju, Vecchio, todos ficaram longas temporadas recuperando no espaço do clube onde menos eles devem perder tempo. Apenas o necessário para uma boa recuperação.

A culpa, verdade seja dita, não são dos fisioterapeutas que lá estão! Mas, pelo que apurei, de erros na pré-temporada do clube que levam a queda de rendimento físico da equipe! Basta ver como o Santos para de correr no segundo tempo.

A presença de Luiz Alberto Rosan e de seus conhecimentos diferenciados de fisioterapia, devem tornar esse período no CEPRAF mais célere e dar a recuperação adequada aos atletas, impedindo retornos muito rápidos à recuperação, como ocorreu recentemente com Zeca.

Rosan é campeão brasileiro de 2002 pelo Santos. Graças a sua atuação, o meia Diego jogou várias partidas daquele torneio. Discreto, não faz marketing do seu trabalho, mas é reconhecido. Chegou na Vila em 1997, com Vanderlei Luxemburgo, foi para a seleção brasileira no mesmo ano e lá ficou até outro dia, tendo sido marcante na conquista do Penta em 2002, pois atuou muito para Ronaldo, que vinha de contusão, voltar a ser o craque do mundo, trazendo a Copa e marcando seu nome na história do futebol.

Deixou o Santos FC em 2003, com uma proposta indecente do São Paulo, que pagou uma fortuna para ele montar o Reffis, hoje referência ao lado do CEPRAF em recuperação de atletas. Mas, continuou morando em Santos, mantendo residência aqui, mesmo quando foi trabalhar com Cuca na China. Ou seja, é mais um que vem a Santos e adota a Cidade.

O regresso de Luiz Alberto Rosan ao Santos FC deve, sim, ser creditado ao presidente Modesto Roma Júnior, mas especialmente a duas pessoas que aconselharam o presidente a olhar com carinho para isso: o ex-jogador Léo e o vice-presidente e médico César Augusto Conforti. Rosan era sonho de Conforti desde quando era diretor médico na gestão do ex-presidente Marcelo Teixeira, mas nunca conseguiam fechar esse acordo. Agora foi diferente. Conforti realiza seu sonho e quem agradece é o Santos FC.

Importante frisar que Rosan agora será o Gerente do CEPRAF e vai determinar todo o andamento do setor. Há também um compromisso dele com o vice-presidente do Santos em formar novos fisioterapeutas desportivos para o clube utilizar, não apenas em seu elenco profissional, mas também na base e nos esportes amadores. A continuidade do competente fisioterapeuta Avelino Buongermino, professor da matéria na Faculdade de Fisioterapia da Unisanta vai facilitar muito esse intercâmbio.

Quanto menos o trabalho de Luiz Alberto Rosan aparecer, menos atletas no CEPRAF gera isso, é prova do bom trabalho dele. Aguardemos!

Deus Existe!

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Armando Gomes
  • Postado em: terça-feira, 27 jun 2017 17:24Atualizado em: quarta-feira, 28 jun 2017 19:06
Divulgação Divulgação

Marcado na história: árbitro "expulso" por Pelé morre aos 84 anos

Faleceu nesta segunda-feira (26) uma figura única do futebol mundial. Falo do árbitro colombiano Guillermo Velásquez. Uma carreira exemplar. Ganhou o apelido de ‘El Chato’ por aplicar com precisão e sem negociação a regra do jogo. 'El Chato' foi árbitro na Colômbia de 1957 e 1982. Participou da Copa do Mundo de 1970 e esteve em quatro edições dos Jogos Olímpicos. Faleceu com 84 anos e com nota de pesar da Federação Colombiana.

"Lamentamos profundamente a morte do ex-árbitro colombiano Guillermo 'El Chato' Velásquez e enviamos uma mensagem de condolência a toda a sua família e amigos neste momento difícil. A sua lembrança permanecerá sempre na nossa memória como um exemplo de pessoa e profissional. Que descanse em paz", pronunciou-se a Federação Colombiana.

Apesar destas importantes marcas na carreira, não foram por elas que ‘El Chato” ganhou notoriedade mundial. Mas sim por causa de Pelé e do Santos Futebol Clube.

Foi ele o árbitro que ficou marcado a mostrar o cartão vermelho para Pelé em um amistoso do Santos em Bogotá, no ano de 1968. Velásquez foi o árbitro central da partida em que o Peixe bateu uma seleção universitária da Colômbia, que se preparava para os Jogos Olímpicos da Cidade do México, por 4 a 2. O evento aconteceu em 17 de julho de 1968, no Estádio El Campín, em Bogotá. Há alguns anos, ‘El Chato’ explicou: "Pelé pediu pênalti, e eu disse: 'joguem, joguem'. Então ele partiu para cima de mim com grosserias". Era assim que ele lembrava do momento de maior de destaque de sua carreira.

Naquela peleja de 1968, de maneira inédita e jamais repetida, a decisão do árbitro foi revogada pelos organizadores do evento. Pelé, que já estava no vestiário, voltou para o gramado e quem deixou o campo foi Velázquez, sendo substituído por um de seus auxiliares. A decisão foi ovacionada pelos colombianos presentes no estádio.

Segundo seus familiares, ele vinha com problemas de saúde há sete anos, depois de um transplante de rim.

Que siga em paz figura marcante da história inigualável do Santos FC.

Deus Existe!

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Armando Gomes
  • Postado em: terça-feira, 27 jun 2017 22:44Atualizado em: quarta-feira, 28 jun 2017 19:07
  • El Chato   Pelé   Santos FC   
Divulgação/Santos FC Divulgação/Santos FC

Lucas Lima e Leandro Donizete em campo contra o Flamengo na Copa do Brasil; meia se aproxima de renovação com Peixe

O Santos Futebol Clube enfrenta o Flamengo pela primeira partida das quartas de final da Copa do Brasil com Lucas Lima e Leandro Donizete na equipe titular. O confronto acontece nesta quarta-feira (28), às 21h45, no Estádio Luso Brasileiro, a Ilha do Urubu, no Rio de Janeiro. Logo após a partida, às 23h, começa o Esporte por Esporte na Santa Cecília TV, com tudo o que aconteceu no jogo.

O volante jogará porque Alison não pode atuar pela Copa do Brasil, pois estava emprestado ao Red Bull Brasil até o fim do Campeonato Paulista, o que torna ilegal sua participação no torneio, pois ele teria que estar no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF como atleta do Santos até 24 de abril.

Com isso, Levir Culpi deve mandar a campo a seguinte escalação: Vanderlei; Victor Ferraz (Daniel Guedes), David Braz, Lucas Veríssimo e Jean Mota (Victor Ferraz/ Caju); Leandro Donizete, Renato e Lucas Lima; Bruno Henrique, Copete e Kayke.

O centroavante Kayke, vítima da epidemia de gripe que pegou o elenco recuperou-se e joga. O mesmo não se pode dizer de Ricardo Oliveira, que está com pneumonia e deve permanecer mais tempo no estaleiro. Este com certeza não será visto em mesas de pôquer enquanto estiver acamado.

Novela perto do fim
Falando nisso, Lucas Lima e seu pai estiveram em reunião com Dagoberto dos Santos no CT Rei Pelé nesta terça-feira (27) e ficaram contentes com o contrato feito com a proposta de renovação do Santos FC. A renovação do meia já está bem encaminhada. No entanto, ele e seu pai pediram 10 dias para analisar a proposta e dar uma resposta ao Peixe.

Maratona
Haverá uma maratona de jogos entre Flamengo e Santos Futebol Clube. Além do confronto desta quarta-feira (28), há o jogo da volta agendado para 26 de julho, às 21h45, na Vila Belmiro, e logo depois a disputa pelo Campeonato Brasileiro no Pacaembu, no dia 02 de agosto, em horário a confirmar.

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Armando Gomes
  • Postado em: quarta-feira, 28 jun 2017 15:34Atualizado em: quarta-feira, 28 jun 2017 17:24
  • Santos FC   Lucas Lima   Flamengo   
      Página Posterior >>
Sobre
As notícias mais quentes do esporte da Baixada Santista feitas por quem entende do assunto: Armando Gomes, o Manduca, apresentador do Esporte por Esporte, da Santa Cecília TV. Tudo sobre Santos Futebol Clube você encontra aqui, no Blog do Manduca!