Reprodução/Internet Reprodução/Internet

Nesta Páscoa lembre dos riscos que o chocolate pode causar para seu animal de estimação

O chocolate possui duas substâncias tóxicas para os animais de estimação, a cafeína e a teobromina, de acordo com os doutores especilistas. Mesmo um “pedacinho” pode ser prejudicial ao bicho. Por isso, cuidado, os deliciosos doces podem causar diarreia, vômito, convulsões, taquicardia ou até levar ao coma ou à morte.

Mesmo ciente do caso, se ocorrer de por engano o bichinho acabar engolindo um pedaço, o ideial é levar para a clínica veterinária, onde ele vai precisar inicialmente ficar internado para receber acompanhamento de suas reações e tomar soro. E deve-se levar junto o pacote do que ele ingeriu – assim, o médico fica sabendo a exata composição do alimento.

Muitos donos de pets já sabem dessa contra indicação, principalmente para cães e gatos, mas não custa nada lembrar da redistrição, ainda mais nessa época do ano. Em comemorações como a de Páscoa, o ideial é ficar atento para não esquecer a guloseima em cimada mesa ou deixar cair no chão.

Agora se você é um dono que não sabe dizer não ou não sabe deixar o seu amigo de fora das festas, vale investir em chocolates específicos para pets, que na verdade são imitações do doce. Lembrando que são petiscos para dar como recompensa ocasionalmente e em pouca quantidade.

A empresa V.I.P. Dog, por exemplo, produz guloseimas do tipo para os totós. No e-commerce Pet Love, a caixa de bombons crocantes da marca sai por R$ 22,10 (120 gramas).

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Redação #Santaportal
  • Postado em: quinta-feira, 29 mar 2018 15:49Atualizado em: sexta-feira, 30 mar 2018 14:58
Dona Deôla Dona Deôla

Padaria inova e traz ovo de Páscoa com recheio de pudim de leite

Faltam poucos dias para uma das épocas mais esperadas pelos chocólatras de plantão: a Páscoa. Mas, e para quem não é fã de chocolate? Para essas pessoas e aos “diferentões”de plantão, a rede paulistana de padarias Dona Deôla investiu em um sabor inusitado de ovo de Páscoa para 2018: o ovo de colher com recheio de pudim de leite.

A novidade surgiu após um concurso interno realizado todos os anos pela marca, onde os confeiteiros das unidades reúnem ideias e as apresentam para um júri, que decide qual sabor deve entrar para o cardápio do ano.

No concurso, ele não foi o vencedor, mas por ser uma sobremesa muito tradicional na rede e por ter feito sucesso na degustação, a criação não poderia ficar de fora.

Com casca de chocolate branco e recheio que intercala camadas de pudim de leite e pão de ló, com cobertura de caramelo para finalizar. Segundo a responsável pela comunicação da Dona Deôla, Ana Carolina Mirandez, a venda deste ovo surpreendeu em relação aos outros sabores. “Ele já está vendendo mais do que o recheado com brigadeiro, por exemplo”, disse.

Valor
O ovo de 750 gramas é vendido no valor de R$ 68,50. Há também a possibilidade de comprar o mini ovo, com 150 gramas, no valor de R$ 16,90. Para quem se interessar em experimentar a novidade, a marca orienta fazer encomenda. E ainda garante que o pudim é sem furinhos.

 

 

Leia Mais
Divulgação/Burger King Brasil Divulgação/Burger King Brasil

Balde de sorvete de 1 litro é o novo lançamento de uma rede de fast food no Brasil

Ao pensar em inovação, a rede de fast food Burger King decidiu unir o famoso biscoito Oreo ao sorvete com acréscimo de doce de leite, mas a novidade não parou por aí: o diferencial do produto está no tamanho. O lançamento irá proporcionar aos clientes um pote de quase 1 litro de sorvete.

A edição levou o nome de BK Mix, onde o pote foi trocado por um balde de 980 ml de sorvete, é limitada. Ou seja, deve se estender até que acabem os estoques das 697 unidades da rede Burger King no Brasil. O preço sugerido, segundo a empresa, é de R$ 17,90.

A versão original em tamanho para consumir individualmente continua disponível no cardápio e tem o valor variado de R$ 7 a R$ 10.

Inovação
Não é a primeira vez que a rede norte-americana oferece refeições em tamanho família para encher os olhos dos clientes no Brasil. Atualmente, a novidade do balde também funciona com a batata frita.

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Redação #Santaportal
  • Postado em: quarta-feira, 14 mar 2018 17:40Atualizado em: quinta-feira, 15 mar 2018 00:36
Divulgação Divulgação

Marmitex ganha cara nova em São Paulo; Alex Atala vende "quentinhas" por R$ 50

A gourmetização pediu licença para a ‘refeição nossa de cada dia’ de quem trabalha fora, mais conhecida como marmita. Com Alex Atala no comando, o Mercadinho Dalva e Dito, no Jardins, em São Paulo, vai começar a vender marmitas “chiques” e diárias a partir desta segunda-feira (12)

Os pedidos podem ser feitos de seunga a sexta-feira apenas no horário do almoço, sendo entre as 11h e 15h. Elas são apresentadas em embalagens típicas de alumínio, a diferença está na forma de fazer e nos ingredientes mais elaborados, por exemplo, o arroz com feijão divide espaço com opção ovo-vegetariana ou com adição de proteína animal.

Em dois tamanhos, a versão com carne custa R$ 35 (os 400 gramas) ou R$ 50 (800 gramas); já a vegetariana (R$ 27) só terá a menor quantidade.

A estreia aconteceu ontem (12) e quem pediu a "marmita gourmet" pode levar: arroz, feijão, couve e ovo (marmita veggie) ou arroz, feijão, couve e picadinho (marmita carnívora).

Os pedidos devem ser feitos no balcão do Mercadinho ou reservados pelo telefone (11) 3068- 4444.

Tendência Gourmet
A "gourmetização" é uma prática adotada por empresas para agregar valor a um determinado produto por meio da diferenciação.

Serviço
Mercadinho Dalva e Dito
Endereço: Rua Padre João Manuel, nº 1.115, bairro Jardim Paulista, em São Paulo
Tel: (11) 3068-4444

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Redação #Santaportal
  • Postado em: terça-feira, 13 mar 2018 16:08Atualizado em: quarta-feira, 14 mar 2018 14:54
  • gourmet   marmita   inovação   
Reprodução/Ansa Brasil Reprodução/Ansa Brasil

Beber 2 taças de vinho por dia reduz risco de Alzheimer

Além de reduzir o risco de contrair doenças cardiovasculares e de desenvolver o câncer, beber duas taças de vinho por dia pode ajudar também o cérebro a eliminar toxinas associadas ao mal de Alzheimer.

De acordo com um novo estudo publicado na revista "Scientific Reports", uma ingestão moderada da bebida pode ajudar a reduzir as chances de uma pessoa ter a doença. No entanto, o consumo em excesso tem o efeito contrário.

Os cientistas estudaram os efeitos do álcool em cobaias vivas. Os ratos que ficaram um longo período com um alto nível de álcool no sangue tiveram com as células astrocitos, importantes na regulação do sistema glinfático (localizado no cérebro), mais propensas a inflamações.

Já os camundongos expostos a baixos níveis de consumo de álcool, equivalentes a cerca de dois copos de vinho por dia, tiveram um resultado diferente, com o sistema glinfático mais eficiente na remoção de células ruins - além de diminuir o nível de inflamação cerebral.

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Redação #Santaportal, com informações da Agência ANSA
  • Postado em: terça-feira, 06 fev 2018 16:06Atualizado em: quarta-feira, 07 fev 2018 20:54
  • vinho   saúde   cultura   
      Página Posterior >>
Sobre
Dicas, receitas e notícias sobre uma das áreas que mais crescem no mercado de trabalho. Os programas da tevê. Análises, receitas e curiosidades.