Reprodução/ANSA Reprodução/ANSA

Esposa diz que Schumacher continuará lutando pela vida

Em uma das raras declarações públicas sobre o estado de saúde do ex-piloto Michael Schumacher, a esposa do heptacampeão de Fórmula 1, Corinna Betsch, quebrou o silêncio e afirmou ontem (12), em carta aberta, que seu marido vai continuar lutando pela vida.

"Todos nós sabemos que o Michael é um lutador e jamais desistiremos", escreveu Corinna ao amigo e músico alemão Sascha Herchenbach, que foi o autor de uma canção dedicada ao ex-piloto e intitulada de "Born to Fight" ("Nascido para Lutar", em tradução livre).

"Gostaria de agradecer sinceramente por esta mensagem e este belo presente que nos ajudará neste momento difícil. É bom receber tantos pensamentos gentis e palavras de conforto. É um grande apoio para nossa família", acrescentou a esposa de Schumacher.

O músico, por sua vez, em entrevista à revista alemã "Bunte", afirmou que não esperava um retorno de Corinna, que é raramente vista em público após seu marido ter sofrido o acidente.

"Eu não esperava ter um retorno dela e fiquei muito emocionado. A carta foi escrita à mão e é assinada pela Corinna. Ela disse ter ficado muito agradecida com música, a qual inspirou "a família em um momento tão difícil", disse Herchenbach, em entrevista à revista alemã "Bunte".

Em dezembro de 2013, a vida de Schumacher mudou quando sofreu um grave acidente enquanto esquiava em uma pista de esqui em Méribel, no sul da França. Ele caiu e bateu a cabeça em uma rocha e, desde então, lida com as sequelas da colisão.

Mesmo após quase cinco anos do acidente, o verdadeiro estado de saúde de Schumacher continua sendo um grande segredo guardado minuciosamente pela família do heptacampeão mundial de F1.

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Redação #Santaportal, com informações da Agência ANSA
  • Postado em: terça-feira, 13 nov 2018 18:21Atualizado em: terça-feira, 13 nov 2018 18:23
Reprodução/ANSA Reprodução/ANSA

'Schumacher não respira por aparelhos', diz tabloide

O ex-piloto Michael Schumacher, sete vezes campeão mundial de Fórmula 1, não está em coma e mantém seus sinais vitais sem a necessidade de estar conectado a aparelhos, informou o tabloide britânico Daily Mail. O acidente sofrido por Schumacher em dezembro de 2013 quando esquiava em uma pista em Méribel, no sul da França, completa cinco anos neste mês, mas pouco se sabe sobre seu real estado de saúde, que é mantido em sigilo.

No entanto, de acordo com a publicação, o alemão evolui gradualmente, apesar de continuar precisando de atendimento médico diário, a um custo de cerca de 50 mil libras por semana.

Schumacher não mora em um hospital na Suíça, como haviam rumores, mas em uma mansão construída na cidade suíça de Gland, perto do Lago Lehman, com um valor aproximado de 50 milhões de euros.

Ainda segundo o Daily Mail, a família precisou construir uma espécie de hospital na própria casa devido às necessidades médicas do ex-piloto.

A notícia sobre o estado de saúde de Schumacher surge depois do presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Jean Todt, ter revelado que visitou o ex-piloto da Ferrari, com quem assistiu pela televisão o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, no dia 11 de novembro.

O acidente completa cinco anos no dia 29 de dezembro, alguns dias antes do aniversário de 50 anos de Schumacher, que é celebrado no dia 3 de janeiro.

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Redação #Santaportal, com informações da Agência ANSA
  • Postado em: segunda-feira, 17 dez 2018 19:56Atualizado em: segunda-feira, 17 dez 2018 19:56
     
Sobre
Futebol, basquete, vôlei, Fórmula 1, UFC e muito mais. Informações e opiniões sobre tudo o que rola no mundo dos esportes você irá encontrar neste blog. Fique por dentro das últimas novidades no SantaEsporte!
Categorias