Reprodução/Instagram Reprodução/Instagram

Susana Werner critica volta de Julio Cesar ao Flamengo: "Nunca deixaria meus filhos para viver no Brasil"

volta do goleiro Julio Cesar ao Flamengo foi bem recebida pela torcida rubro-negra, mas causou divisão na própria família do jogador. Isto porque, a sua esposa, a ex-modelo Susana Werner, utilizou a sua conta no Instagram para desabafar e mostrar a sua insatisfação com a escolha do marido em retornar ao futebol brasileiro. Julio Cesar assinou por três meses com o Rubro-Negro.

“Tenho muitas coisas que me prendem aqui (em Lisboa, onde o arqueiro morava quando jogava no Benfica). As mais importantes são os meus filhos. Nunca deixaria meus filhos para viver no Brasil. Acho errado quem faz. Não vamos poder participar desse momento”, afirmou Susana, visivelmente descontente com a atitude do atleta, que disse “estar realizando um sonho ao voltar ao Flamengo e poder encerrar a carreira no clube que ama”.

O vídeo causou repercussão rapidamente e a ex-modelo respondeu alguns seguidores. Uma seguidora falou para Susana Werner que Julio Cesar merecia ter uma despedida no time que ama. Ela respondeu: “Que família fica feliz em ficar separada?”, questionou.

Quando foi indagada se o casal ainda estaria junto, Susana negou que estejam se saparando, mas foi evasiva em sua resposta: “Não né. Ele tá no Rio e nós aqui (risos)”, comentou.

A esposa do goleiro desejou felicidades a ele no Flamengo, porém deixou em suspenso o futuro do relacionamento do casal. “Que vocês flamenguistas sejam felizes com ele, e que ele seja feliz com a escolha dele. Felicidade para os flamenguistas, tristeza para mim. Não vai dar (para acompanhá-lo) e só Deus sabe o que vai acontecer”, encerrou.

 


 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Redação #Santaportal
  • Postado em: terça-feira, 30 jan 2018 16:53Atualizado em: terça-feira, 30 jan 2018 20:07
Divulgação/Santos FC Divulgação/Santos FC

Ex-treinadora da seleção, Emily Lima é a nova comandante das Sereias da Vila

Emily Lima é a nova técnica da equipe feminina do Santos. A ex-treinadora da seleção brasileira feminina, de 38 anos, já foi apresentada para as Sereias da Vila e irá iniciar a pré-temporada visando às competições de 2018. Ela se tornou, em 2013, a primeira mulher a trabalhar na Confederação Brasileirão de Futebol (CBF), assumindo a seleção sub-17.

“Já tive a oportunidade de vestir a camisa do Santos no início da carreira e sempre foi uma meta chegar a treinadora do Clube. Hoje estou aqui. A torcida pode esperar muito trabalho. Já planejamos algumas coisas e vamos ter um time alegre, que vai fazer o torcedor muito feliz”, disse.

Como jogadora, Emily Alves da Cunha Lima começou no Saad, em São Paulo e atuou em vários clubes do país, além de ter ficado durante cinco anos na Espanha. Em 2009, encerrou a carreira na Itália. Como treinadora, antes da seleção, ela comandou o São José.

Emily foi demitida em setembro do ano passado pela CBF, em demissão que causou muita polêmica na época, porque as jogadoras da seleção brasileira pediram ao então presidente da entidade, Marco Polo Del Nero, que a mantivesse no cargo.

Ex-treinador das Sereias teve saída polêmica
Se por um lado a saída de Emily Lima da seleção causou polêmica, a demissão de Caio Couto do comando das Sereias também foi controversa. Segundo o treinador, ele foi demitido pela nova diretoria santista, encabeçada pelo presidente José Carlos Peres, através de uma mensagem de WhatsApp. Caio foi campeão brasileiro e vice-paulista com o time feminino do Santos na última temporada.

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Redação #Santaportal
  • Postado em: quinta-feira, 18 jan 2018 21:26Atualizado em: sexta-feira, 19 jan 2018 16:42
Reprodução/Agência ANSA Reprodução/Agência ANSA

Irmão anuncia aposentadoria de Ronaldinho Gaúcho

O ex-camisa 10 do Barcelona (Espanha) e da seleção brasileira Ronaldinho Gaúcho encerrou sua carreira como jogador profissional, informou o irmão e empresário do craque, Assis, nesta terça-feira (16).

Em entrevista concedida à coluna "Gente Boa", do jornal "O Globo", Assis afirmou que agora o jogador vai se concentrar na organização de alguns jogos de despedida, que deverão acontecer em vários países depois da Copa do Mundo da Rússia.

"Ele parou. Acabou. Vamos fazer algo bem grande, bacana, após a Copa da Rússia, provavelmente em agosto. Faremos vários eventos rodando por Brasil, Europa e Ásia. E, claro, estamos combinando um jogo com a seleção brasileira. A Nike vai jogar junto na elaboração desse projeto", disse Assis.

Ronaldinho está sem fazer um jogo oficial desde 2015. Seu último time foi o Fluminense, onde o meia realizou nove partidas antes de rescindir o seu contrato. Atualmente, o brasileiro exerce a função de embaixador do Barça. Ele participa de jogos amistosos do time de lendas do clube espanhol, ao lado de ex-jogadores como Rivaldo, Edmilson e Kluivert. Segundo Assis, o fato de "Ronaldinho ser embaixador do Barcelona por 10 anos facilita muito lá fora. Ele é querido lá e aqui".

Durante sua carreira, Ronaldinho Gaúcho foi eleito duas vezes o melhor jogador do mundo, em 2004 e 2005. Entre os principais títulos do meia-atacante estão a Liga dos Campeões de 2005/06, pelo Barcelona, a Libertadores de 2013, com o Atlético-MG, e a Copa do Mundo de 2002, com a seleção brasileira.

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Redação #Santaportal, com informações da Agência ANSA
  • Postado em: terça-feira, 16 jan 2018 22:36Atualizado em: quarta-feira, 17 jan 2018 08:12
Arquivo/#Santaportal Arquivo/#Santaportal

Peres diz que Santos irá mandar todos os seus jogos na Libertadores no Pacaembu

O presidente do Santos, José Carlos Peres, afirmou em vídeo que circula nas redes sociais que o Peixe deve escolher o Pacaembu para exercer o seu mando de campo nos jogos da Copa Libertadores da América.

De acordo com o mandatário santista, a situação financeira do Clube é um dos fatores que o motivou a tomar essa decisão. “Estamos aqui no Santos, trabalhando bastante para ter um clube mais enxuto, com mais receita, jogando em São Paulo e jogando em Santos. Mas a Libertadores da América toda ela será no Pacaembu”, afirmou Peres.

A equipe praiana irá estrear na principal competição de clubes do continente diante do Real Garcilaso (Peru), no dia 1º de março, fora de casa. No dia 15 de março, o Santos terá o seu primeiro compromisso em casa na Libertadores, diante de um time que sairá das fases preliminares do torneio sul-americano.

José Carlos Peres chegou a argumentar que a Vila estaria impossibilitada de receber partidas da primeira fase da Copa Libertadores da América, porém o regulamento da Conmebol é claro em dizer que clubes podem mandar seus jogos em estádios com capacidade de no mínimo 10 mil torcedores até as quartas de final. Somente a partir das semifinais há a exigência de que o estádio possa receber um número maior de espectadores. Na semifinal, o mínimo é de 30 mil e na final, de 40 mil torcedores.

“O Santos precisa de dinheiro. O Santos passa por um colapso financeiro e a gente tem que ajudar o Clube. Então, quero chamar vocês, torcedores, para comparecerem aos jogos do Santos. Vamos ajudar esse gigante a se reerguer”, concluiu o presidente santista.

 

 

Leia Mais
Divulgação/Santos FC Divulgação/Santos FC

Sem clube, Robinho negocia com o São Paulo e conta com aprovação de Dorival

Sem clube desde que chegou ao fim o seu contrato com o Atlético-MG, o atacante Robinho pode voltar ao futebol paulista. Mas, ao contrário do que muita gente inesperada, o destino do Rei das Pedaladas pode não ser o Santos. Isto porque, o São Paulo está interessado em sua contratação e vem conversando nos últimos dias com os representantes do atleta.

O nome de Robinho surgiu nos bastidores do Morumbi e foi visto com entusiasmo pelo presidente tricolor, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco. A diretoria consultou a comissão técnica sobre uma possível vinda do atacante e recebeu o aval para a negociação do técnico Dorival Júnior, que comandou o Rei das Pedaladas em 2010 no Santos.

A advogada Marisa Alija, que cuida dos interesses de Robinho, está conversando com os dirigentes são-paulinos e a ideia do Tricolor Paulista é apresentar uma proposta ao jogador nos próximos dias.

Em novembro do ano passado, Robinho foi condenado por violência sexual em primeira instância, na Itália. Segundo a investigação, o ato teve a participação de Robinho e de mais cinco pessoas, que teriam estuprado uma jovem albanesa. O atleta deve recorrer em outras instâncias, mas a situação não o impede de assinar com qualquer clube.

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Redação #Santaportal
  • Postado em: segunda-feira, 08 jan 2018 17:06Atualizado em: terça-feira, 09 jan 2018 16:33
  • Robinho   São Paulo   Santos FC   
      Página Posterior >>
Sobre
Futebol, basquete, vôlei, Fórmula 1, UFC e muito mais. Informações e opiniões sobre tudo o que rola no mundo dos esportes você irá encontrar neste blog. Fique por dentro das últimas novidades no SantaEsporte!
Categorias