Hora de falar disso

O início da vida sexual dos filhos é sempre um momento difícil de enfrentar, em grande parte pelos tabus que o sexo e a sexualidade estão envolvidos, mas também pelo fato de ter que encarar que um filho ou filha está pronto para voar com suas próprias asas.

Verdade seja dita que, enfrentar o início da vida sexual de um filho sempre é mais facilitado, inclusive socialmente, do que quando ocorre o mesmo com a filha.

Minha filha de 15 anos tem feito perguntas sobre sexo: ela namora há três meses, dando a entender que planeja iniciar sua vida sexual, acho cedo e não sei o que fazer.

O melhor de tudo é a demonstração desse vínculo de confiança que sua filha tem com você, fazendo perguntas.

É importante que você tenha calma e sabedoria para que isso continue, em primeiro lugar não fazendo críticas ou proibições.

Antes de qualquer conversa leve sua filha ao ginecologista, assim já estará passando a mensagem de que sexo não é só gozo e prazer, mas também cuidado com o corpo.

Além de que o (a) ginecologista a orientará sobre métodos contraceptivos e doenças sexualmente transmissíveis além da vacina de HPV, caso ela não tenha tomado, de suma importância.

Dessa maneira você também vai entrando em contato com a maturidade e sexualidade de sua filha, o que ainda é um grande tabu para pais.

Tudo isso não exclui a possibilidade de você expor sua opinião também como mãe a respeito do assunto e dos seus valores.

É importante saber que nesse momento mais do que educar e cuidar de sua filha sua postura também influenciará todas as experiências futuras de sua filha. A verdade é que não existe maneira ou tempo certo de perder a virgindade, mas existe sim um consenso de que deve ocorrer dentro de um relacionamento cuidadoso e amoroso e não só para provar algo para alguém.

Enfim, incluir nessa conversa o afeto ajudará sua filha a desenvolver uma boa relação com o próprio corpo e com a sua sexualidade.

Serviço: Quem ama educa - Issami Tiba
Esse livro é um clássico na orientação de pais e adolescentes sobre sexualidade,recomendo.

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Marcia Atik
  • Postado em: sexta-feira, 28 dez 2018 10:33Atualizado em: sexta-feira, 28 dez 2018 21:22
  • adoelscencia