Mãe e filha

Essa relação delicada entre mãe e filha, quando dois aspectos do feminino se encontram ou confrontam são sempre muito angustiantes e portanto falar sobre esse tema me parece interessante, e vou fazê-lo a partir de um e mail recebido de uma leitora.

Estou com um grande problema com minha mãe. Mas quero melhorar nossa relação, e isso fica difícil pois sinto que temos uma rivalidade, ela é muito jovem e se separou a pouco tempo de meu pai, agora tudo que é meu a interessa, minhas roupas, amigos e até meu namorado eu acho que ela agrada demais. Será que estou imaginando coisas?

Após uma separação, com o fim de um relacionamento longo, é comum a pessoa querer “tirar o atraso”, ou mesmo uma frustração pelo término dessa relação, surgem dúvidas sobre o potencial sedutor, capacidade de ainda ser alvo do interesse de alguém além da solidão e isso geralmente traz uma sensação, falsa diga-se de passagem, de euforia, levando os recém separados a uma busca desenfreada de vivencias as mais diversas.

Acho importante colocar essa reflexão para que você entenda a sua mãe nesse momento, mas isso não quer dizer que deve deixar seu universo ser invadido por ela, mas com firmeza e carinho colocar seus limites e dessa maneira instigá-la a fazer um novo repertório de amizades e mesmo se perceber nessa nova fase se recriar, mas levando em conta a realidade dela e preservando a relação de vocês, pois afinal de contas ela mudou apenas o papel civil, e não sua relação com todas as histórias da vida dela.


Serviço:

Esse livro é uma leitura quase obrigatória quando a duvida é sobre essa relação

 

blog2019220155399.jpg

 

 

  • Publicado por: Marcia Atik
  • Postado em: quarta-feira, 20 fev 2019 14:17Atualizado em: quinta-feira, 21 fev 2019 21:36

Comentários (1)

Enviar Comentário

Ana Silva

• 20/02/2019 17:30

Māe e filha
Relaçåo tâo poderosa e transformadora. Há vários filmes q abordam esta relaçao tao rica.