Divulgação Divulgação

Há dois filmes dentro de 'Nós'. Um deles é um ótimo suspense. O outro, uma decepcionante enrolação

O trailer de 'Nós', do Jordan Peele, me deixou muito curioso. E o filme até certo ponto correspondeu à expectativa. Não no nível, claro, de um Hitchcock, como vi alguns amigos argumentarem, mas vai muito bem na construção do suspense. Isso vai quase até a metade, até o momento em que a família encontra a outra família em casa, à noite.

A partir daí a coisa muda um pouco e o tom deixa de ser Hitchcock para ser de M. Night Shyamalan. Exige muita condescendência do expectador, muita disposição de comprar a teoria para não achar aquilo tudo muito ridículo. Eu não comprei completamente a ideia e tou longe de ser fã do Shyamalan. A trilha sonora, beeem arrogante, só piora a sensação.

O pior disso tudo é que, apesar disso tudo, ao fim, eu ria feito criança e me diverti bastante. Mesmo não embarcando totalmente na ideia, me diverti pescando as referências - dezenas - a outros filmes de terror, em especial a 'O Iluminado', de Stanley Kubrick. Me diverti com as interpretações exageradíssimas, também no estilo Kubrickiano. Me diverti até com a trilha sonora que sugere um susto onde ele não existe. 

Quase como se eu estivesse assistindo a um daqueles filmes feitos para serem ruins, mesmo, propositalmente, como 'O Ataque dos Tomates Assassinos'. Um bom elenco (a Lupita está ótima) e um filme que, apesar de ser ruim, me divertiu demais.

blog20193251915462.jpg

 

 

  • Publicado por: Gustavo Klein
  • Postado em: segunda-feira, 25 mar 2019 10:20Atualizado em: segunda-feira, 25 mar 2019 12:36
  • Nós   Jordan Peele   Cinema   

Comentários (0)

Enviar Comentário
     
Sobre
Cinema, música, literatura, séries de tevê e muito mais. As últimas notícias. Entrevistas com quem faz cultura. As resenhas dos filmes em cartaz e das séries do momento. Os livros mais legais. Tudo isso e muito mais você encontra aqui, no Santa Cultura!