Divulgação Divulgação

Há 341 anos nascia um gênio da música: Antonio Vivaldi

Um dos maiores compositores da história da música. Nascido em Veneza em 1678, era conhecido como 'O Padre Ruivo', título que é, enfim, autoexplicativo, afinal ele era padre e era ruivo... Foi ordenado padre com 25 anos mas dispensado de suas obrigações religiosas por causa de sua saúde frágil. Assim, se dedicou integralmente ao violino e ao ensino desse instrumento em um orfanato de garotas, para as quais compôs boa parte de sua obra e dedicou boa parte de seu tempo e de seus sentimentos (inclusive amorosos/sexuais).

Era muito mais músico do que religioso. Chegou a sofrer amaça de excomunhão porque abandonou uma missa, no momento da consagração da hóstia, para anotar uma melodia que lhe havia ocorrido. Compôs uma infinidade de obras eruditas maravilhosas, como os quatro concertos que, juntos formam a suite As Quatro Estações.

Como todo compositor daquela época, morreu pobre aos 63 anos. Mas deixou um legado fundamental para a música clássica. Foi ele que estabeleceu toda a estrutura dos concertos e sinfonias modernas. Influenciou, inclusive, aquele que talvez seja o maior compositor da história da música: Bach.

Compôs mais de 550 concertos, 46 óperas, 73 sonatas e muita música sacra e música de câmara. Sua obra ficou desaparecida por muitos séculos, até ser descoberta no início do século 20 e publicada na segunda metade dos anos 1900.

No video, de 2014, a violinista Janine Jansen e a Orquestra de Amsterdã tocam As Quatro Estações.

 

 

  • Publicado por: Gustavo Klein
  • Postado em: segunda-feira, 04 mar 2019 14:57Atualizado em: segunda-feira, 04 mar 2019 15:11

Comentários (0)

Enviar Comentário
     
Sobre
Cinema, música, literatura, séries de tevê e muito mais. As últimas notícias. Entrevistas com quem faz cultura. As resenhas dos filmes em cartaz e das séries do momento. Os livros mais legais. Tudo isso e muito mais você encontra aqui, no Santa Cultura!