DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO

Para atravessar o Rio

A Kia apresentou o Rio na última segunda-feira em um grande evento, para marcar seu maior lançamento até aqui. Algo que vale pela espera. Foram mais de quatro anos sendo prometido, duas participações em salões do automóvel em São Paulo e um aguardo sem fim pela estabilização do Dólar.

Ao que consta, a moeda norte-americana anda menos oscilante, embora tenha estagnado lá em cima. A marca comemora a média de R$ 4,23 (...). Ok, quando se idealiza estabilidade na economia do Brasil, vem a ameaça de guerra entre Estados Unidos e Irã, vem o Coronavírus, mas enfim...

O caso é que a Kia entra no mais concorrido dos mercados em termos de Brasil. Os três carros mais vendidos por aqui nos últimos anos são hatches compactos. O líder, Chevrolet Onix, está anos-luz à frente dos concorrentes, vendendo volumes estratosféricos. Para completar, passou por uma transformação tremenda no fim do ano passado. Além de tudo isso, os hatches compactos foram responsáveis por 27,8% do market share do Brasil em 2019. Foram 738.040 emplacamentos nessa carroceria. Ou seja, a missão da Kia só não é impossível porque o impossível não existe em diversos segmentos.

Mesmo assim, a marca sul-coreana mantém os pés no chão. Projeta uma média de 2,4 mil vendas por ano. Visa atingir um público jovem, jovens casados com até dois filhos ou os mais experientes, que queiram um carro confortável.

O que ajuda a Kia é o fato do Rio ser importado do México, o que evita o pagamento do imposto de importação, graças aos acordos comerciais. O que atrapalha a Kia é a ausência de uma fábrica no Brasil, o que significa uma frota in-tei-ra chegando de navio.

O que deu para sentir durante o lançamento do Rio foi um clima de "ou vai ou racha" e um ambiente de apreensão em relação às vendas de todos os produtos comercializados por aqui. A marca tem um bom produto. Demos uma volta rápida e o Rio corresponde, com bom motor e bom espaço interno. Mas em um segmento tão concorrido, a Kia poderá soltar fogos se atingir os 2,4 mil emplacamentos em um ano.

Fogos sem barulho, por favor...

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Paulo Rogério
  • Postado em: sexta-feira, 31 jan 2020 08:16Atualizado em: segunda-feira, 01 jan 1900 00:00
  • Kia   Auto Aventura   Paulo Rogério   
Divulgação Divulgação

A Strada é longa

Poucas vezes as primeiras imagens oficiais de um novo carro provocaram tanto alvoroço entre a mídia automotiva que a do Fiat Strada, divulgada ontem, no início da noite. O Auto Aventura mesmo deu um jeito de publicar rapidamente a única foto enviada pela FCA (grupo que detém a marca Fiat) e a repercussão nas redes foi das grandes. Coincidência ou não, a divulgação aconteceu horas depois de uma foto de bastidores vazar e viralizar nas redes. Era a nova Strada, sem disfarces e sem lonas.

Há algumas tantas razões para tamanha mobilização. Uma delas está no mercado e no fato da Strada estar há anos entre os carros mais vendidos do Brasil. Chegou a ser líder geral pouco antes do Chevrolet Onix assumir e não largar mais a liderança. Em janeiro de 2020 ficou em 8º lugar. Entre as picapes compactas é de lavada: vende mais que Chevrolet Montana e Volkswagen Saveiro somadas.

Não bastasse, a Fiat não mexe em sua picape compacta há mais de seis anos (!). A última grande mudança ocorreu em setembro de 2013, quando a Strada ganhou a terceira porta para a cabine dupla, a chamada porta suicida, aberta de modo contrário às portas convencionais.

Também chamou a atenção a semelhança com a Toro, a picape média da Fiat. Isso se deu porque a Strada ficará maior que aquela que vemos nas ruas, mas obviamente não chegará ao tamanho de uma Toro. Só que os traços, sobretudo nas laterais, lembram bastante a “prima”. Quem vê a nova Strada só pela lateral vai se confundir.

Além do tamanho, uma grande diferença está na grade frontal. A Strada terá a frente que apareceu pela primeira vez no Argo e reforçou-se no Cronos. É uma grade bem grande e com o logotipo da Fiat bem destacado. A Toro não trouxe essa grade. O modelo tem uma frente exclusiva, com linhas bem finas.

O lançamento oficial da Strada será em breve e não irá impactar: já está impactando o mercado. E é mais que evidente que as respostas virão nas vendas.

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Paulo Rogério
  • Postado em: quarta-feira, 12 fev 2020 14:16Atualizado em: quarta-feira, 12 fev 2020 17:36
  • Carro   Auto Aventura   Fiat Strada   
     
Sobre
O mundo automotivo dentro e fora da estrada! Pelo jornalista Paulo Rogério, especializado em automobilismo.