Divulgação Divulgação

Pré-estreia de Star Wars - Os Últimos Jedi

“Star Wars: Os Últimos Jedi” é provavelmente o filme mais aguardado do ano. Marca o retorno de Mark Hamill como protagonista, vivendo o lendário Luke Skywalker, e traz Carrie Fisher como a General Leia Organa – a atriz faleceu em dezembro de 2016.

Para promover o lançamento, o Cine Roxy 5 repete o sucesso do ano passado e fará um evento especial para alegria dos fãs no dia 13 de dezembro, quarta-feira, antes da pré-estreia do filme de 0h01 (de quarta para quinta).

Às 19h30, a Banda Marcial de Cubatão se apresentará ao lado do Cine Café. Regidos pelo maestro Alexandre Felipe Gomes, cerca de 40 músicos executarão um set list permeado pela trilha clássica da saga, além de outros clássicos do cinema. O grupo tem se apresentado, com sucesso, em eventos como JediCon, Santos Film Fest, Anime Friends, levando ao público grandes sucessos de filmes, séries e animes.

Além da parte musical, o Roxy repetirá a parceria dos dois últimos anos – nas pré-estreias de “O Despertar da Força” e “Rogue One – Uma História Star Wars” - com o Fã Clube Star Wars da Baixada Santista. Assim, vários cosplayers vestidos com trajes da série receberão o público para fotos e selfies.

A apresentação da Banda e a participação dos cosplayers ocorre na parte externa do cinema, é gratuita e aberta ao público. Já quem quiser ver o filme, na pré-estreia da 0h01 ou nos dias seguintes, pode comprar o ingresso online de forma antecipada neste link ou na bilheteria do Roxy 5.

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Sarah Campos
  • Postado em: segunda-feira, 11 dez 2017 22:32Atualizado em: terça-feira, 12 dez 2017 15:29
  • Cinema   Roxy   Star Wars   
Divulgação Divulgação

3º Santos Film Fest ocorrerá de 27 de agosto a 3 de setembro

O 3º Santos Film Fest – Festival de Filmes de Santos acontecerá de 27 de agosto a 3 de setembro. Algumas novidades já foram confirmadas. Um dos homenageados será o crítico santistaRubens Ewald Filho, que receberá o troféu Luciano Quirino, cujo nome reverencia o ator santista que hoje trilha carreira nacional em cinema, TV e teatro e foi o patrono da segunda edição. 

Rubens participou do festival em 2017, quando apresentou o longa-metragem “Somos Todos Estrangeiros”, do qual é produtor. Foi a primeira sessão do filme na Baixada Santista. Em 2018 ele retornará para receber a homenagem como importante figura na difusão do cinema nacional e por sempre levar o nome de Santos aonde vai.

Será realizada uma exposição com seu acervo pessoal, inclusive os primeiros cadernos nos quais costumava anotar suas impressões sobre os filmes. Também serão exibidos alguns de seus longas preferidos. “Rubens é um embaixador do cinema. Curador do principal festival de cinema do país, sempre fala de Santos e tem orgulho de ter saído daqui. É com prazer que prestaremos uma justa homenagem ao ‘homem do Oscar’”, explica André Azenha, organizador do projeto.

Agenda 2030 da ONU

Neste ano o festival repetirá a mostra de longas-metragens, nacionais e estrangeiros, que tem se destacado internacionalmente, em parceria com importantes distribuidoras de filmes do país. 

O tema geral será a Agenda “2030 da ONU e seus 17 objetivos”. 

Uma novidade será também a abertura de inscrições para os curtas, médias e longas que tenham a ver com o tema. 

Uma das mostras será focada em filmes que retratam a imprensa, batizada “Democracia, só com imprensa livre”. Principalmente neste momento em que políticos de diferentes vertentes, tentam limitar a atuação do jornalismo pelo mundo.

O festival se destacou pela qualidade da curadoria apresentada na edição passada. Muitos dos filmes exibidos foram premiados internacionalmente e foram listados entre os melhores do ano por diversos veículos de credibilidade do mundo inteiro, como ‘O Cidadão Ilustre’, ‘Além das Palavras’, ‘O Filme da Minha Vida’, entre outros.

Em 2016, o festival levou ao público 17 filmes. No ano seguinte, 34. Em 2018 o objetivo é melhorar ainda mais a programação em qualidade e quantidade. Para este ano, o evento também investirá nas exibições de filmes de baixo ou zero orçamento, visando promover a produção verdadeiramente independente nacional. Em breve será anunciado o período de inscrições. “Desde o princípio nossa vontade tem sido expandir o cinema. Não apenas para quem estuda, quem produz, um público importantíssimo, e por isso sempre reservamos parte das salas para alunos de cinema, mas à população em geral. Faremos, novamente, sessões infantis para alunos da rede pública, e pretendemos realizar exibições para pessoas portadoras de deficiência física, buscando sempre a inclusão, a formação de público, a democratização de acesso à cultura”.

Além disso, em parceria com o Escritório de Inovação Econômica da Prefeitura de Santos, o festival realizará um intercâmbio com uma Cidade Criativa em Cinema pela Unesco, que será definida em breve. O objetivo é exibir filmes dessa cidade, enviar filmes do festival para quem sejam exibidos lá e, quem sabe, reunir alunos de cinema de ambos os municípios para a produção de um videoclipe em conjunto. Também ocorrerá um bate-papo ao vivo via Skype, pela tela de cinema, com um profissional de audiovisual estrangeiro.

80 anos de Superman e 40 anos de Superman, o Filme

Na temporada que Superman completa 80 anos de sua primeira aparição nos quadrinhos, em “Action Comics 1”, o festival celebrará o aniversário e também os 40 anos do lançamento de “Superman, o Filme” com mostra especial de filmes e animações do personagem, oficina de desenho e duas exposições: uma de itens ligados às versões do herói nas telonas, e outra de desenhos produzidos por artistas da região. Além de debates sobre sua relevância para a cultura pop e a sétima arte. “Superman acompanhou grande parte da história do cinema, desde suas primeiras aparições nas matinês cinematográficas dos anos 40, numa série de curtas animados muito à frente de sua época, feitos pelos irmãos Fleischer. É um símbolo da justiça, a busca por igualdade, representa um ser deslocado na humanidade, tentando se encontrar. São várias leituras e interpretações que têm tudo a ver com o mundo atual, calcado num pessimismo gerado pela violência, a corrupção. É um personagem necessário, que leva luz às pessoas de todas as idades. Além disso, ‘Superman, o Filme’ trouxe inovações técnicas para a indústria”, diz Azenha.

Mais atividades

Em time que está ganhando não se mexe. E o Santos Film Fest manterá as oficinas formativas, a Virada Cinematográfica com café da manhã, sucesso de público nas duas edições do festival, e os bate-papos e palestras com profissionais experientes da área e as exibições de filmes clássicos e cults, visando valorizar a história do cinema. Nesta terceira edição também serão debatidos a representatividade das mulheres no audiovisual, o processo de distribuição de filmes no mercado, e as transformações do segmento, com as recentes plataformas de exibição como o vídeo sob demanda e o streaming.

Toda a programação é gratuita e acontecerá em diversos espaços, como Cine Roxy 5, Cine Roxy 4, Cinemateca de Santos, etc.

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Sarah Campos
  • Postado em: quarta-feira, 28 fev 2018 02:05Atualizado em: segunda-feira, 01 jan 1900 00:00
  • Cinema   Evento   Cultura   
Divulgação Divulgação

Olhando Para as Estrelas

“Olhando Para as Estrelas” é um documentário emocionante que ao longo de três anos acompanhou duas dançarinas da primeira e única escola de balé para pessoas com deficiência visual do mundo, a Associação de Ballet e Artes para Cegos Fernanda Bianchini, localizada na cidade de São Paulo. Geyza, além de ser a primeira bailarina da companhia é também professora na escola e Thalia, uma adolescente que apesar de todas as suas dificuldades, tem como objetivo e sonho, conquistar sua independência e autonomia.

O filme será exibido no Roxy 4 na terça-feira, 19 de dezembro, 20h, com entrada gratuita. A exibição terá presença do diretor Alexandre Peralta, nascido em Santos.

A Associação de Ballet e Artes para Cegos Fernanda Bianchini é a primeira escola de ballet para cegos do mundo. A escola, que apoia em sua maioria mulheres jovens de famílias de baixa renda e comunidades dentro e ao redor de São Paulo, foi fundada há vinte anos e, desde então, já ´apareceu na mídia no mundo todo. Nesse tempo, participaram de muitas apresentações importantes, entre elas, a cerimônia de encerramento das Paralimpíadas de Londres em 2012, fizeram uma performance de abertura para o Ballet Real da Dinamarca, e tiveram a oportunidade de dançar para a companhia Parsons de Dança, além de conquistar a admiração de ninguém menos que Mikhail Baryshnikov.

Dirigido por Alexandre Peralta, o longa é produzido por Alejandro Ernesto Martinez, Thais Peralta, Melissa Rebelo Kerezsi, Corina Maritescu, Mayra Ometto e Chao Thao, tem produção executiva da atriz Camilla Belle, Sabrina Chammas, Leandro Peralta, Andre Peralta, Adriana Rodrigues, Ariadne Mazzetti e Jean Paulo Lasmar, consultoria do documentarista ganhador de dois prêmios Oscar Mark Jonathan Harris, e música original de Alexis Marsh e Sam Jones da banda americana DYAN.

"Começamos este projeto como um retrato do trabalho da escola. Mas ao longo do caminho, as histórias nos levaram a lugares que não esperávamos e acabamos retratando a complexidade da vida daquelas pessoas, mais especificamente da Geyza e da Thalia, que passavam por mudanças importantes em suas vidas. Através dessas histórias, a equipe pôde ver como a paixão por aquilo que se vive e faz é capaz de preencher e trazer felicidade pro dia- a-dia. E também aprendemos que os maiores desafios que enfrentam vão muito além daquele que estava na superfície, que no caso delas é a cegueira", disse o diretor Alexandre Peralta.

O filme recebeu alguns prêmios, incluindo prêmio de melhor documentário da HBO/NALIP (Associação de Produtores Latinos), prêmio da diversidade no Bentonville Film Festival e participou de vários festivais internacionais, como o Dance on Camera, prestigiado festival de filmes de dança, organizado pelo Film Society of Lincoln Center. O longa foi exibido no Los Angeles Film Festival e na 40a Mostra de Cinema de São Paulo.

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Sarah Campos
  • Postado em: segunda-feira, 18 dez 2017 15:24Atualizado em: segunda-feira, 18 dez 2017 16:53
  • Cinema   Roxy   Balé   
Divulgação Divulgação

Crianças terão cinema gratuito com direito a pipoca e personagens no Dia das Crianças

Após uma temporada de quase dois meses no MISS (Santos) como parte do 4º Santos Film Fest – Festival Internacional de Filmes de Santos, quando foi vista por quase duas mil pessoas, a exposição “Batman - 80 anos: Trajetória do Homem-Morcego no Cinema - Uma Homenagem” retorna maior a partir de segunda, 7 de outubro, no primeiro piso do Shopping Pátio Iporanga (Av. Ana Costa, 465, Gonzaga). Ela ficará no espaço até dia 21 do mesmo mês, sempre no horário de funcionamento do shopping, das 10h ás 22h.

Dia das Crianças
Com parte da programação da exposição será realizada uma ação beneficente para celebrar o Dia das Crianças.

No sábado, 12 de outubro, numa iniciativa em parceria entre o Shopping Pátio Iporanga, Santos Film Fest, o Cine Roxy, o CineZen Cultural e o Memorial Necrópole Ecumênica, 150 crianças de entidades filantrópicas da região participarão de uma sessão de cinema (com um filme infantil do Batman) ao meio-dia. Com direito a pipoca e refrigerante.

E também poderão estar em contato ao vivo com personagens deste universo, já que cosplayers do projeto social Super Amigos – Arte Cosplay Litoral, marcarão presença.

“A maioria irá pela primeira vez ao cinema e é muito legal abrir as portas da sétima arte com o Homem-Morcego, um personagem que cativa corações há oito décadas”, ressalta André.

A exposição
Voltada para todos os públicos, de crianças a adultos, a exposição reúne cerca de 20 placas que trazem informações, frente e verso, de todas as adaptações de Batman para o cinema, desde as séries exibidas nas matinês cinematográficas dos anos 40, até as versões mais recentes.

Traz ainda colecionáveis, as principais histórias em quadrinhos do herói, livros, diferentes réplicas em miniatura do Batmóvel, filmes e séries em DVD, cartazes oficiais, versões Lego dos personagens de Gotham, entre outras atrações.

A exposição foi a primeira no Brasil a celebrar os 80 anos do Batman, completados em maio. Tem curadoria do crítico de cinema e autor do livro “Histórias: Batman e Superman no Cinema”, André Azenha, e produção de Paula Azenha.

Serviço:
Exposição “Batman - 80 anos: Trajetória do Homem-Morcego no Cinema - Uma homenagem”
De 7 a 21 de outubro, das 10h ás 22h
Shopping Pátio Iporanga – Av. Ana Costa, 465, Gonzaga, primeiro piso. Visitação gratuita.

Sessão especial Dia das Crianças
Sábado, 12 de outubro, meio-dia
Cine Roxy 4 – Av. Ana Costa, 465, Gonzaga.
Sessão fechada para crianças convidadas de entidades filantrópicas.

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Sarah Campos
  • Postado em: domingo, 06 out 2019 22:43Atualizado em: segunda-feira, 07 out 2019 21:10
  • Evento   Santos   cinema   
Divulgação Divulgação

Ator Paulo Betti vem a Santos para pré-estreia do filme A Fera na Selva

Eliane Giardini e Paulo Betti estrelam o longa-metragem “A Fera na Selva”, um dos destaques na programação do terceiro Santos Film Fest, em 2018.. Ambos também dirigem o filme ao lado de Lauro Escorel.



Na terça-feira, 15 de outubro, 20h30, Paulo Betti vem a Santos para a pré-estreia exclusiva do filme no Cine Roxy 4 Pátio Iporanga (Av. Ana Costa, 465, Gonzaga). A sessão é para convidados.



A partir de quinta, 17 de outubro, o filme entra em cartaz no Roxy 4 dentro da programação do projeto Cinetopia.



O filme



Baseado livremente na obra do escritor americano Henry James, escrita no século XX, “A Fera na Selva” conta uma história de amor incompreendida. No filme acompanhamos um homem que vive de olho no futuro e passa a vida esperando por um acontecimento sem conseguir enxergar os sinais de algo que poderia realmente ter transformado sua vida mas que acabou ficando em segundo plano, como uma fera à espreita na selva.



No elenco ainda estão Juliana Betti, Janice Vieira, Cristina Labronici, Ademir Feliziane e Mário Pérsico.



“A Fera na Selva” é dirigido por Eliane Giardini, Paulo Betti e Lauro Escorel e coproduzido por Prole de Adão Produções, Batuta Filmes, Canal Brasil e Globo Filmes. O produtor associado é Fernando Meirelles. A distribuição nos cinemas é da O2 Play.

600 pessoas envolvidas



O filme integrou a seleção oficial do 3º Santos Film Fest – Festival Internacional de Filmes de Santos, em 2018, na mostra competitiva, e foi selecionado para o 45º Festival de Cinema de Gramado (RS), a 41ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo (SP) e para o 24º Festival de Cinema de Vitória (ES).



Filmado no interior de São Paulo em Sorocaba, Salto, Votorantim e Iperó, o trabalho envolveu mais de 600 pessoas entre equipe técnica, fornecedores e figurantes.



Pré-estreia A Fera na Selva
Terça-feira, 15 de outubro, 20h30
Cine Roxy 4 – Av. Ana Costa, 465, Gonzaga, 1º piso do Shopping Pátio Iporanga
Sessão para convidados.

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Sarah Campos
  • Postado em: quinta-feira, 10 out 2019 20:40Atualizado em: segunda-feira, 01 jan 1900 00:00
  • Cinema   Santos   Estréia   
      Página Posterior >>