Reprodução Reprodução

“A guerra acabou! Se você quiser”

Na noite de 8 de dezembro de 1980, uma notícia terrível sacodiu a humanidade: John Lennon foi assassinado. O crime aconteceu quando o ex-Beatle retornava para o seu apartamento em New York, após um dia de trabalho em estúdio, e foi alvejado 4 vezes nas costas, instantes após conceder autógrafo na capa do álbum “Double Fantasy” ao seu futuro algoz.

Dessa forma covarde, tentaram calar a voz que gritava “dê uma chance à Paz” e que imaginava “todas as pessoas compartilhando todo o mundo”, consciente que diriam ser ele um sonhador, mas alertando: “Não sou o único. Tenho a esperança de que um dia você se juntará a nós, e o mundo viverá como um só”.

John Lennon ainda vive em suas canções. E uma das mais tocadas desde 1971, com diversas versões e vídeos disponíveis no canal YouTube (quase todos com dezenas de milhões de visualizações) é “Happy Xmas! (War is Over)”, na qual ele deseja “Feliz Natal para o negro e para o branco, para o amarelo e para o vermelho.” E pede: “Vamos parar com todas as lutas.” Para John Lennon: “A guerra acabou! Se você quiser. A guerra acabou. Agora”.

E nós? O que desejamos para este Natal e o ano que irá começar?

“Happy Xmas! (War is Over)”

*Marco Damy é jornalista e músico.

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Marco Damy
  • Postado em: sexta-feira, 08 dez 2017 01:04
Divulgação Divulgação

Marisa Monte é a artista em destaque hoje no Perfil 107

O Perfil 107 de hoje homenageia a cantora e compositora Marisa Monte. Carioca nascida em 1967, Marisa já vendeu mais de 10 milhões de álbuns e faz sucesso desde seu trabalho de estreia, chamado ‘MM’. É deste disco seu primeiro grande sucesso, ‘Bem Que se Quis’, versão em português de uma famosa canção italiana, que fez parte da trilha sonora da novela ‘O Salvador da Pátria’ em 1989.

Em 1991, a artista lançou seu segundo trabalho, o álbum ‘Mais’, que entre vários sucessos tem o hit ‘Beija Eu’. Em 1996 ela teve a capa de seu quarto disco, ‘Barulhinho Bom’, censurada nos Estados Unidos. Tudo porque estampava um desenho do legendário desenhista Carlos Zéfiro de uma moça seminua... Este álbum tem um grande sucesso da artista, o dueto dela com o cantor Ed Motta, que tem letra alegrinha mas uma letra muito triste: ‘Ainda Lembro’...

No ano 2.000 a cantora lança ‘Memórias, Crônicas e Declarações de Amor’, um álbum todo voltado para o tema Amor e cheio de parcerias com músicos como Carlinhos Brown e Arnaldo Antunes. Esse álbum vendeu mais de 2 milhões de cópias e recebeu um Disco de Diamante. É deste trabalho um dos grandes sucessos de Marisa, ‘Amor I Love You’. Em 2002 a cantora se junta a dois parceiros – Carlinhos Brown e Arnaldo Antunes – para o projeto Tribalistas, álbum que ficou semanas em primeiro lugar nas paradas brasileiras. Entre os vários sucessos deste disco está ‘Velha Infância’.

E para terminar o Perfil 107 de hoje, uma canção do álbum ‘O Que Você Quer Ser De Verdade’, lançado em 2011. ‘Depois’ é mais uma canção de bela melodia e letra triste, com seu refrão “quero que você seja feliz... hei de ser feliz depois...", que você confere no video abaixo.

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Gustavo Klein
  • Postado em: terça-feira, 05 dez 2017 15:29

Perfil 107 homenageia hoje Elton John! Começamos com 'Your Song'

O Perfil 107 de hoje homenageia o cantor, pianista e compositor Elton John, que em março deste ano completou 70 anos. Você sabia que Elton já vendeu mais de 300 milhões de álbuns em cinco décadas de carreira?

Ele começou a cantar na década de 60 mas seu primeiro álbum, lançado em 1967, não fez tanto sucesso. Foi com 'Elton John', de 1970, que o inglês alcançaria o primeiro lugar nas paradas britânicas pela primeira vez.

Sabe com que música ele conseguiu esse feito? Esta que você ouve no video: de Elton John, 'Your Song'.

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Gustavo Klein
  • Postado em: segunda-feira, 04 dez 2017 14:04Altualizado em: segunda-feira, 04 dez 2017 18:22
Reprodução do filme 'O Mágico de Oz' Reprodução do filme 'O Mágico de Oz'

'Over The Rainbow', canção inesquecível do cinema

Quase todos nós preservamos na memória melodias inesquecíveis que nos emocionaram enquanto assistíamos a filmes no cinema. Algumas vezes, as músicas alcançam sucesso semelhante ao da obra cinematográfica, podendo, outras vezes, até mesmo superá-la no gosto popular.

Um dos exemplos mais antigos de que se tem registro é o da canção 'Over The Rainbow' (também conhecida por 'Somewhere Over The Rainbow'), composta por Harold Arlen e E.Y. Harburg, gravada em 07 de Outubro de 1938 e interpretada com maestria pela atriz adolescente Judy Garland, aos 16 anos de idade, no papel de Dorothy’ no filme “The Wizard of Oz” ('O Mágico de Oz'), de 1939.

A música 'Over the Rainbow' foi registrada pelo American Film Institute como Melhor Canção de Filme da História, enquanto o filme The Wizard of Oz foi nomeado pela Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos como "culturalmente, historicamente, visualmente e esteticamente significante", sendo preservado no National Film Registry desde 1989.

Diversos artistas no mundo todo registraram suas versões para essa obra musical. No Brasil, com o título 'Além do Arco-Íris', foi interpretada por Nara Leão, Luiza Possi, Cidade Negra e, em dueto, pelo norte-americano Michael Bolton e Paula Fernandes.

Em sua última turnê mundial, durante apresentação para mais de 60 mil pessoas no estádio do Pacaembu, em 11 outubro 2001, após tocar o clássico do rock’n’roll 'Sunshine of your love', Eric Clapton retornou ao palco, sentou-se em um banquinho, sacou seu violão e surpreendeu toda a plateia tocando e cantando 'Over The Rainbow'.
Assim, com toda a calma, 'The Slow Hand' encerrou seu espetáculo de quase três horas, deixando o público emocionado.

Aqui, conferimos essa obra-prima da música para cinema na interpretação magnífica de Judy Garland. Desfrute dessa maravilha.

* Marco Damy é jornalista e músico

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Marco Damy
  • Postado em: sexta-feira, 24 nov 2017 18:52Altualizado em: sexta-feira, 24 nov 2017 18:53
Divulgação Divulgação

'A Noite', de Tiê

Neta da atriz Vida Alves, que fez história na teledramaturgia brasileira como protagonista do primeiro beijo em uma telenovela, em 1951, a cantora Tiê também começa a registrar a sua própria história, como cantora e compositora.

Nascida em São Paulo em março de 1980, Tiê Gasparinetti Biral cursou relações públicas e estudou canto em Nova York. Foi modelo e chegou a atuar num comercial premiado em Cannes.
Mas, foi após conhecer o cantor e compositor Toquinho que ela gravou com ele a sua primeira canção e viajaram em turnê no Brasil e na Europa.

Em 2009, Tiê lançou seu primeiro álbum, 'Sweet Jardim', com a colaboração de Toquinho. Seu segundo álbum, 'A Coruja e o Coração' (2011) foi indicado à categoria Revelação do Prêmio Multishow / 2010 e teve shows no Brasil, além de Nova Iorque, Londres, Paris, Berlim e Barcelona.

Seu terceiro álbum, 'Esmeraldas' (2014) teve como carro chefe a canção 'A Noite', parte da trilha sonora da novela 'I Love Paraisópolis'. No canal YouTube, o vídeo clipe dessa canção já ultrapassou 18 milhões de acessos.
Recentemente, Tiê lançou o single 'Mexeu Comigo', canção para o seu quarto álbum, cujo clipe tem cenas gravadas em Santos.

Aqui, você confere 'A Noite', de Tiê.

* Marco Damy é jornalista e músico

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Marco Damy
  • Postado em: sexta-feira, 17 nov 2017 11:19
<< Página Anterior       Página Posterior >>
Sobre
O melhor programa de videoclipes da Baixada Santista agora tem um blog com curiosidades, clipes e as melhores músicas da sua rádio preferida. Você também pode pedir sua música por aqui!